segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Morte em Picuí devido a cerca elétrica clandestina.

Veio a óbito no dia de hoje(12/12/2010) o senhor SANDOVAL DA SILVA DANTAS, com 51 anos, filho de Rosemiro Januário Dantas e de Francisca Felipe da Silva, morador do bairro monte santo -Picuí/PB.
Como era de costume o sr. Sandoval  se dirigia para o seu sítio localizado a 8 quilometros da saída de Picuí em direção a Carnaúba dos Dantas/RN, todos os dias de manhã retornando apenas no final da tarde, sendo que no dia de hoje o mesmo não tinha chegado quando parentes começaram a procura-lo, vindo a se deslocarem para o sítio e encontrando o mesmo caído junto ao curral dos animais.Em seguida os familiares acionaram a delegacia de Picuí, onde o delegado plantonista, José Edson e o Agente de Investigação, Franklin Basilio, deslocaram-se para o local, onde foi constatado que o sr. Sandoval já se encontrava sem vida, caido entre os paus da cerca do curral, com queimaduras provocadas por choque elétrico. Também foi constatado que a cerca tinha um fio ligado a tomada de energia da propriedade e que naquele momento o sítio não tinha energia, talvez devido a descarga elétrica  que o sr. Sandoval recebeu veio a queimar algum fusível desligando a rede, mas infelizmente não antes do mesmo perder a vida.
O mesmo encontrava-se com o rosto totalmente desfigurado e após averiguar o local foi encontrado  filhotes de cachorros com os focinhos melados de sangue em um quarto da casa.






Segundo vizinhos que sabiam da cerca elétrica, os mesmos disseram que Sandoval havia instalado a cerca por conta própria no intuito de impedir de que bandidos roubassem as suas galinhas e que os mesmos avisaram a ele de que aquilo não era uma boa idéia, pois alguém poderia vir a se machucar.



Após a analise do local, foi removido o corpo para NUMOL em Campina Grande para a realização do Exame Cadavérico.



NOTA: Informamos que cercas elétricas não autorizadas são proibidas além de ser perigosas, Existe normas que regulamentam o seu uso, sendo que uma delas é que o primeiro fio eletrificado fique no mínimo a 2,20m do solo, afim de ser evitado acidentes com animais, crianças e adultos descuidados, além de que não pode ser ligado diretamente na rede elétrica da residência.

Um comentário:

  1. Quero informar que acidentes como esses não são raros, já aconteceram outros aqui e Picuí, como por ecemplo, o que ocorreu com o Sr. Jorge da oficina e outros. Agora, quero fazer uma denúnicia: há uma casa, por trás da praçá Getúlio Vargas, pegada com a oficina de Artista,onde há um fio que perpassa as janelas, parecendo um varal. Esse fio tem energia e o responsável se chama Eudes, filhod e maria Capela. Por favor, policiais, deem uma vistoria nesse ambiante para ver se isso é confirmado.Isso pode causar uma tragédia.

    ResponderExcluir

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.