quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

ASSALTANTES DA AGÊNCIA CAIXA AQUI, EM PILÕES-PB FORAM PRESOS. Dois dos acusados são da região de Sossego-PB.



A polícia Civil apresentou na tarde desta segunda-feira (14) Três pessoas acusadas de envolvimento no assalto a Agência Caixa Aqui em Pilões no último dia 04.


Confira a matéria:


"Segundo relatos de José de Assis de Sousa, comerciante, residente na rua Cônego Teodomiro, s/n, Centro, Pilões-PB que, é proprietário do Posto de Atendimento Caixa Aqui (da Caixa Ecômica Federal), localizado à rua Cônego Teodomiro, nº 208, Centro, Pilões-PB, dois homens chegaram em uma moto de marca e modelo não informado, sendo que usando capacete ficou dando cobertura com a moto ligada, enquanto que o outro armado com revólver adentrou ao estabelecimento e rendeu-lhe. Os elementos roubaram uma quantia em dinheiro não informada e se evadiram em direção a cidade de Areia-PB.

Por volta das 13h00min a guarnição do Destacamento localizou no Sítio Pinturas de Cima, zona rural de Pilões-PB, a moto Honda Titan 150 de cor vermelha, placa MNE 5132-PB que estava abandonada e que havia sido roubada na rodovia PB 087 entre Areia-PB e Pilões-PB por dois homens armados momentos antes do roubo ao estabelecimento. A moto foi subtraída da vítima Manoel Alves da Costa, 31 anos, moto taxista, residente na rua Cândido Americana, nº 194, Arara-PB, que fazia uma corrida com uma passageira. A moto foi removida à Delegacia local para as devidas providências."
Depois de uma investigação que partiu da informação de que o carro usado na fuga, um Kadett, havia sido visto na cidade dias antes da ação criminosa, a polícia chegou a Maria André Roque da Silva, 29 anos, residente em Pilões. Segundo as investigações ela teria sido a mentora do crime, informando aos outros acusados que havia muito dinheiro na Agência.
Maria Andreia foi presa juntamente com José Gilney de Oliveira Santos, 18 anos, residente em Cisplatina, zona Rural de Pedra Lavrada-PB, e André Luiz Reis de Moraes, 25 anos, residente em Sossego-PB.
Em entrevista Andreia disse que não participou da ação; Gilney disse que estava no carro, mas não participou e André confessou ter realizado o assalto, inclusive, contando com a participação de todos os envolvidos. André justificou a ação dizendo que estava precisando de dinheiro e após receber o convite aceitou fazer parte do criminoso plano.

Outros dois envolvidos estão foragidos. Trata-se de Bruno e Adailton.



Adailton é filho natural de Baraúnas/PB, o mesmo após o assalto conseguiu fugir para a cidade de Baraúnas onde após saber que a polícia estava atrás dele abandonou o seu carro KADETT no sítio Cisplatina(o mesmo que a guarnição da PM de Baraúnas apreendeu e apresentou na 7ªDRPC) e pegou o carro de seu ex-cunhado emprestado dizendo que iria para a festa de Pedra Lavrada ocorrida naquela mesma semana. O seu ex-cunhado sem desconfiar de nada emprestou o carro fiesta Prata, recém comprado, modelo: 2006, o qual até a presente data não foi encontrado, e foi registrado a queixa por FURTO.
Adailton estava residindo em São Paulo segundo familiares a mais de quinze anos e havia chegado na cidade por volta de uns vinte dias antes do Assalto- Agente- Franklin

7 comentários:

  1. Parabéns mais uma vez a policia pela prisão desses marginais conhecidos pela população e até então eram desconhecidos pela polícia. Marginais esses que já deixaram muitas pessoas sem seus pertences como: moto, celulares, criação, bois,motor bomba além de assalto a residências etc... na regiaõ de sossego e Pedra Lavrada.

    Parabéns a todos da 7 DRPC

    ResponderExcluir
  2. Bom trabalho de inteligencia, espero ser sempre assim.

    ResponderExcluir
  3. olhe companheiros se fizerem uma boa investigação ainda cai gente de baraúna ok.o envolvimento é muito grande.

    ResponderExcluir
  4. parabéns pelo trabalho

    ResponderExcluir
  5. o restante da quadrilha estão em baraúna só falta investigação.tá de cavar com a unha.ok

    ResponderExcluir
  6. só lamento pelos os pais de Gilney que são pessoas de bem. Mas já era tempo de acabar ccom a festa desses marginais. Pois eles não tem pena de ninguem.

    ResponderExcluir
  7. a quadrilha de pedra lavrada não se resume só aqueles q foram presos na operação sacoleiros se investigar só mais um pouco pegam bem mais

    ResponderExcluir

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.