sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

PICUÍ: Fugitivo da Cadeia Publica se entrega


Entregou-se a policia local o fugitivo da cadeia pública de Picuí, SUÉLIO TOMAZ DOS SANTOS (Foto), residente no assentamento belo monte no município de Pedra Lavrada PB. Em seu depoimento, o mesmo disse que juntamente com Divino, outro foragido, começaram a cavar o buraco na parede da cela onde se encontravam no sábado dia 06/02, depois do almoço usando um pedaço de ferro que pegou da tampa da cisterna e um eixo de ventilador que se encontrava quebrado. A iniciativa foi do DIVINO que veio prá sua cela devido encrenca com os outros presos da cela onde ele estava. Não tiveram informações de ninguém para cavarem o buraco. Em certo momento pensou em desistir, mas como já tinham começado o “serviço” ficou com medo de ser descoberto. 
A fuga ocorreu entre 19:00 e 22:00 horas, não sabendo informar a hora exata pois não usava relógio. Feito o buraco na parede da cela, DIVINO saiu imediatamente, vinte minutos depois ele saiu e tomaram destinos diferentes. Os outros presos disseram que não queriam fugir. Disse ainda que o beco pelo qual estavam saindo estava muito escuro e não dava pra ninguém perceber a saída deles.



Após três dias chegou em casa e quando parou pra pensar no que tinha feito, se arrependeu, mas ficou com medo de voltar. Mesmo assim em companhia de um advogado resolveu se entregar. 

SUÉLIO TOMAZ DOS SANTOS se encontrava preso aguardando julgamento por prática de furto, art. 157 do Código Penal Brasileiro. O mesmo voltou a ocupar uma das celas da cadeia pública de Picuí onde ficará a disposição da justiça. 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Segundo informações de dentro da cadeia Divino e Suélio seguiram para o mesmo destino quando sairam da cadeia. Segundo informes Divino provavelmente evadiu-se para o Estado do Góias na noite desta quinta-feira(24/02/2011) pegando o ônibus na cidade de soledade/PB.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.