quarta-feira, 30 de março de 2011

Mesmo proibido, jogo do bicho continua sendo praticado.


Após decisão liminar do Tribunal Regional Federal da 5º Região, em Recife (PE), proibindo que a Loteria do Estado da Paraíba (Lotep) credencie qualquer modalidade de jogos lotéricos – a exemplo do jogo do bicho, as bancas continuam registrando as apostas dos clientes normalmente. Ontem, a reportagem do JORNAL DA PARAÍBA visitou vários pontos de jogos no Centro de João Pessoa e todos estavam funcionando, inclusive com sorteios marcados para a parte da tarde.

Numa lotérica na rua desembargador Souto Maior, no Centro, os funcionários garantiram que a Lotep não notificou o estabelecimento sobre a decisão. Em outras duas casas na Miguel Couto, também no Centro, funcionários afirmaram que só souberam da liminar através da imprensa, mas que os jogos continuavam a ser feitos.
A Procuradoria-geral do Estado (PGE) já entrou com um Agravo Regimental pedindo a suspensão dos efeitos da liminar emitida pelo TRF-5 proibindo a Lotep de autorizar jogos de qualquer espécie. Segundo o presidente da Lotep, Fábio Carneiro, o órgão ainda não foi notificado oficialmente da decisão, mas mesmo assim, já se antecipou pedindo suspensão da liminar.
Fábio Carneiro explicou que a decisão do desembargador Leonardo Resende, é provisória, pois o mérito da ação ainda não foi apreciado. Segundo ele, já existe jurisprudência no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre caso semelhante com a Loteria do Rio de Janeiro (Loterj).
DECRETO
A prática dos jogos de azar em geral foi proibida no país desde 1946, através do Decreto-Lei n.º 9.125. Até a decisão do TRF expedida no último dia 22, a Paraíba era o único estado em que o jogo do bicho era legalizado.
No despacho que determinou a proibição dos jogos lotéricos na Paraíba, suspendeu até mesmo os anúncios publicitários e a divulgação dos jogos e loterias nos meios de comunicação.

Em Picuí, tudo é diferente até preso de justiça faz sua fezinha na porta da cadeia, segundo o preso o mesmo já ganhou até R$1.500,00 em apostas. Na minha concepção acreditava que apenados tinha alguns direitos retidos quando estava preso a disposição da justiça.

5 comentários:

  1. Escute a rádio sisal FM e ouça o bicho sorteado, se foi proibido, é só escutar a rádio e ver se ainda sai resultado.

    ResponderExcluir
  2. Alguns detentos tem seus direitos restritos> Mas se é ilegal e as pessoas comuns cheias de direitos jogam, pq não deixar os presos fazerem sua fezinha? E ainda mais há muito boatos por aí acusando a participação de policiais e membros do aa protegendo o tráfico de drogas em picui. É verdade?. Se for o delegado deve saber e punir os mesmos.

    ResponderExcluir
  3. Interessante se existe mesmo policiais envolvidos com a venda de drogas nessa cidade deveria ser denunciada, e se isso existe mesmo fica difícil da polícia civil saber já que todos sabem que os mesmos moram em outras cidades até mesmo em outros Estados. Agora qual será o policial envolvido?? será que essas pessoas tem medo de denunciar porque são parentes dos mesmos ou vizinhos??? E quem são os membros do AA que fazem parte disso. Aproveitem o espaço aqui cedido e deem nomes aos boiss.
    valeu!

    ResponderExcluir
  4. acredito que quem defendeu os presos acima deve saber da droga porque também trafica pra eles lá dentro. Não é possivel presos tentarem fugir e outros nem querer sair. E quem ja viu viciado ficar preso e perder o vício??? ASSIM VAMOS PRENDER TODOS OS VICIADOS E ELES FICARÃO BONS. Isso é impossível,deve ta entrando drogas lá como entrou uma serra no xampu

    ResponderExcluir
  5. Aqui em Picuí ainda vai funcionar a banca que faz jogo do bicho?

    ResponderExcluir

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.