quarta-feira, 25 de maio de 2011

Criação da Delegacia Especializada da Mulher em Picuí para o Curimataú paraibano.


Na manhã do domingo, 22/05, o delegado Regional, o Dr. João Joaldo, responsável pela 7ªDRPC- Picuí, em entrevista exclusiva, ao Radialista Francisco Araújo, da rádio Cenecista, falou sobre a prisão de dois rapazes envolvidos em roubos de motos na região e aproveitou o momento para anunciar a criação da Delegacia Especializa em Defesa dos Direitos da Mulher. “Essa criação não aconteceu antes em virtude do efetivo que era pequeno, mas agora a situação é outra”. Com as nomeações que ocorreram recentemente pelo governo do estado, tivemos aqui na nossa região a lotação de três escrivães, um está lotado em Barra de Santa Rosa que é uma delegacia de comarca e mais duas escrivãs para Picuí: Carla Giane que é formada em psicologia e Josélia Barbosa formada em assistência social. Com essas duas servidoras sob a coordenação da delegada Bela. Dianni Regina que já tira plantão na delegacia regional, viabiliza-se assim a criação da referida delegacia. Desde esta Segunda Feira dia 23 de Maio, qualquer mulher da nossa região, que for vitima de violência doméstica por parte de seu companheiro (namorado, marido e até mesmo ex-companheiro, pais), filhos (no caso de mães que são agredidas de diferentes formas), que se sentir ofendida e procurar a delegacia terá um tratamento especializado por parte de Carla que é psicóloga e Josélia que é assistente social.

 A violência doméstica será tratada com muito cuidado e agilidade fazendo com que esses procedimentos sejam enviados à justiça com mais rapidez. “Além da delegada Drª Dianni, o delegado Dr. José Edson também responderá quando de plantão realizará esse atendimento especializado, o que já vinha sendo feito, mas ainda tímido porque acumulamos outras atribuições, mas agora com a nomeação de servidoras com esse perfil, vamos oferecer um atendimento de melhor qualidade” disse Dr. Joaldo.  


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.