terça-feira, 10 de maio de 2011

DINHEIRO ROUBADO EM SÃO PAULO ESTÁ CIRCULANDO NO CARIRI


Cédulas roubadas de dois caixas eletrônicos dentro de uma loja de conveniência de um posto de combustíveis, no Jardim Nossa Senhora do Carmo, na zona leste de São Paulo, foram recolhidas na tarde desta segunda-feira na agência da Caixa Econômica Federal de Crato. Um comerciante daquela cidade ali compareceu para fazer um depósito e, em meio às cédulas, estavam uma de R$ 20,00 e outra de R$ 50,00 manchadas de tinta de cor rosa.


As cédulas ficaram retidas e, nesta terça-feira, serão encaminhadas à sede regional do Banco Central em Fortaleza, enquanto dados do comerciante foram recolhidos para dar explicações. Ao dar a informação o Gerente Geral da Agência CEF em Crato, Mairton Antonio Garcia Neves, chama a atenção para o fato de outras cédulas pintadas de Pink estarem circulando na região do Cariri. As manchas são jogadas nas cédulas a partir de um sistema de segurança existente em alguns caixas no momento de roubos.
Este, por exemplo, aconteceu na madrugada do dia 28 de abril em São Paulo e o objetivo é ajudar no rastreamento das cédulas e conseqüentes investigações. O caso se deu com a explosão de equipamentos quando o mecanismo de segurança pintou as notas de Pink tão logo os caixas foram destruídos pelos ladrões que levaram um susto, segundo depoimento de um vigilante rendido, ao verem as notas tingidas de cor-de-rosa. Com a explosão, o teto de gesso da loja do posto paulista caiu deixando as lâmpadas e a instalação elétrica penduradas. 


As cédulas manchadas que ficaram para trás estão com a polícia que anunciou, ao todo, um roubo de R$ 17 mil. Elas foram periciadas e devem ajudar a localizar os criminosos e o restante do dinheiro roubado que pode estar na região do Cariri no Sul do Ceará. Em Suzano (SP), ocorreu fato idêntico quando bandidos agiram da mesma forma em um supermercado. Com a ajuda de explosivos, arrombaram duas máquinas e levaram o dinheiro, mas um dispositivo das máquinas também lançou tinta nas cédulas. 
fonte: Força Tática de Camocim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.