terça-feira, 14 de junho de 2011

Prazo acaba e Estado não nomeia concursados; multa R$ 40 mil


O Governo do Estado não cumpriu o prazo de dez dias estabelecido pela 4ª Vara da Fazenda Pública da Capital, para que todos os concluintes do curso de formação da Polícia Civil fossem nomeados. O prazo expirou na última quinta-feira (9). Desde então, a cada dia sem convocação, o Estado fica sujeito a multa de R$ 10 mil, totalizando R$ 40 mil até esta segunda-feira (13).
São cerca de 270 concursados aptos para a atividade policial que aguardam contratação. Atendendo a pedidos dos concursados, desde a semana passada o Paraíba1 busca uma resposta do Estado sobre o posicionamento que irá adotar diante da sentença judicial.
Apesar das tentativas e da oportunidade, as assessorias de imprensa da Secretaria de Administração e da Procuradoria Geral do Estado não responderam. Na PGE, a informação é de que a procuradora Livânia Farias não iria comentar o assunto. O mesmo aconteceu quando procuramos a Secretaria de Comunicação do Estado.
O governador Ricardo Coutinho (PSB) foi intimado pessoalmente para nomear os concursados. Na semana em que a determinação judicial foi expedida, ele comentou sua intenção em recorrer da decisão, afirmando que "toda ordem da Justiça deve ser respeitada e, ao mesmo tempo, dialogada".
Nomeações 'estouram' LRF
O governador argumentou que primeiro deveria equilibrar as finanças do Estado para poder contratar os concursados. Segundo o chefe do Executivo, as nomeações fariam o Estado ultrapassar os limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Apesar disso, segundo a comissão de aprovados, o artigo 19, § 1º, inciso IV, da LRF isenta o Estado de obediência aos limites quando se trata de decisão judicial.
Três anos de espera
O concurso foi lançado em 2008, mas até agora muitos candidatos continuam na espera. O curso de formação começou em outubro de 2010, dois anos depois das aprovações.
Foram oferecidas 1.162 vagas para os cargos de delegados, agentes, escrivães, motoristas, peritos, necrotomistas, papiloscopistas e técnicos em perícia. Dentre os aprovados, 138 foram convocados em abril. Atualmente, dos 424 concluintes do curso de formação, 281 ainda aguardam suas nomeações.
Paraíba1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.