sábado, 16 de julho de 2011

Maus tratos a animais ocorrido na noite de sábado em Picuí/PB


O sr. Narcizo Antonio Dantas tinha saído para passear com a sua cachorra, raça vira-lata com dálmata,  quando por volta das 19:30 estava retornando para sua residência, quando passava de frente a casa de seu vizinho Marcos Antonio da Silva, sairam de sua casa dois cachorros de sua propriedade, pelo portão, um cachorro da raça Pit Bull e uma cadela vira-lata e partiram para cima de sua cachorra, institivamente na tentativa de separar os cães puxou um canivete que trazia junto ao corpo e desferiu alguns golpes contra o PitBull para o mesmo parar de atacar; nesse momento sairam da casa Romero e Vitória, filho e mãe que pegaram os cachorros e o sr. Narcizo se dirigiu até sua residência com sua cadela.

Chegando pouco tempo depois o sr. Marcos, o qual vendo a situação de seu cachorro acionou a polícia civil e militar.
Após o registro da ocorrência pelo art. 32 da  lei nº 9.605, de 12/02/1998(Crime Ambiental) 
Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:
Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa.
§ 2º A pena é aumentado de um sexto a um terço, se ocorrer morte do animal.(coisa até o momento dessa postagem não havia ocorrido).

O sr. Narcizo em sua defesa providenciará testemunhas de que o animal era violento e de que aquela era a única forma que o mesmo tinha naquele momento para defender a si e sua cadela; segundo o relato do mesmo, na delegacia, os cachorros viviam soltos dentro do jardim da casa e que transeuntes não podiam utilizar a calçada devido o muro da residência do sr. Marcos ser baixo, na faixa de 1,20m, e todos tinham medo do Pit Bull pular para fora, ainda será questionado porque o Pit Bull estava solto na rua e quando analisado pelo magistrado o processo contra o sr. Narcizo pode ser questionado se  não foi apenas legítima defesa já que o mesmo não tinha a intenção de agredir o Pit Bull do seu vizinho.
*************************
Devido o alto grau de risco de acidentes com Pit Bull, esse tipo de animal deve está utilizando focinheira, coleira e enforcador quando em vias públicas e em muitas cidades este animal só pode passear a noite quando o movimento de pessoas é reduzido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.