quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Morte do vereador Vevé de Nova Floresta/PB foi encomendada, afirma Delegado Regional ao G1PB.


A Policia Civil da Paraíba acredita que o assassinato do vereador Everaldo Mendonça, do município de Nova Floresta, foi encomendado. De acordo com o delegado regional de Picuí, João Joaldo Ferreira, o modo de agir indica características de 'pistolagem'. A hipótese, segundo ele, foi reforçada por revelações de parentes do parlamentar durante depoimentos.
O parlamentar de 54 anos de idade foi morto a tiros na sexta-feira (23) dentro de casa, na presença de pessoas da família. Conforme a Polícia CIvil, no local também funcionava um estabelecimento comercial e os criminosos fingiram ser clientes para se aproximarem. Os parentes do vereador foram trancados em um dos cômodos da casa e Everaldo foi executado. Um adolescente de 14 anos chegou a ser ferido por um tiro de raspão.
Nenhum suspeito de envolvimento no crime foi preso até esta quinta-feira (29). “As vítimas não reconheceram a dupla. O vereador negociava na região e teria dívidas. Esse aspecto e outros, que estão sendo analisados, podem ter sido as causas da morte possivelmente por encomenda”, registrou o delegado.
No dia do assassinato, porém, as suspeitas eram de que o parlamentar teria sofrido um assalto, mas nada foi levado da vítima. Segundo o delegado João Joaldo, os bandidos conheciam a área e tentaram enganar os policiais fingindo que iriam fugir pela divisa com o Rio Grande do Norte, mas acabaram escapando por Cuité, cidade vizinha ainda na Paraíba.
versão publicada no G1 PB

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.