quinta-feira, 31 de maio de 2012

PMs do 9º Batalhão recuperam motos roubadas em casa de suposto assaltante.












Por volta das 15h00min desta terça feira, dia 29, Policiais do 9º Batalhão de Polícia Militar-Cuité depois de tomarem informação empreenderam diligências e conseguiram recuperar três motocicletas roubadas que estavam escondidas na casa de Marcos Antônio Rodrigues da Silva, 26 anos de idade, residente do Sítio São Bento situado entre os Municípios de Sossego e Barra de Santa Rosa.


Marcos Antônio é suspeito de integrar uma quadrilha de assaltantes que atua em nossa região e pratica roubos de motocicletas. Além das motocicletas foram encontradas no interior da residência várias peças de motocicletas, também foi encontrado um capuz, uma máscara e uma arma de fogo de fabricação caseira, objetos estes possivelmente utilizados durante a prática dos crimes, ainda foi apreendido um blusão que fora reconhecido por várias vítimas como sendo a veste usada por um dos assaltantes.

Ao perceber que o cerco estava se fechando contra a sua pessoa, antes que os policiais descobrissem todo material, produtos dos roubos, escondido no interior de sua residência o Sr. Marcos Antônio Rodrigues da Silva tratou de fugir da presença policial saindo em desabalada carreira por entre o matagal, contudo um inquérito policial já foi instaurado onde ele e os seus comparsas, mais cedo ou mais tarde, responderão na Justiça pelos crimes que cometera. Na oportunidade foram conduzidos a Delegacia de Barra de Sta. Rosa o Sr. Marcones da Silva Santos e a Sra. Rúbia Cristina Freire da Silva, companheira de Marcos Antônio, a fim de prestarem esclarecimentos de possível envolvimento com a citada quadrilha.





 Motos recuperadas:

-YAMAHA YBR vermelha de placa MOF 7803 e chassi 9C26KE12209004882;
- HONDA TITAN azul 2005 de chassi 9CJ2JC30705R06881;
- HONDA 125 de cor preta com chassi adulterado.

Clickpicui com 9º Batalhão de Polícia Militar do Estado da Paraíba - Assessoria de Comunicação





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.