Rebelião no presídio de Catolé do Rocha

0


Por volta das 16h30 desta quinta-feira (14), apenados do Pavilhão – B, no 1º andar do Presídio Padrão Manoel Gomes da Silva, em Catolé do Rocha (PB), iniciaram uma rebelião que culminou com um tumulo em frente ao prédio, atraindo a atenção dos familiares e curiosos, e na destruição das instalações prediais e colchões.
 Policiais Militares que fazem a segurança das guaritas na parte externa do presídio, tentaram controlar o tumulto, disparando tiros, com balas de borrachas em direção aos apenados, e tiros com munição bélica para o alto.
 Segundo informações de um agente penitenciário, a confusão teria começado, depois que um apenado foi agredido por presos da unidade, motivados por richas antigas entre as facções rivais.
 Os presos do Pavilhão – B, deram início ao motim na tarde de hoje, criaram uma passagem paralela as celas e depois atearam fogo em colchões.
 Familiares dos apenados se aglomeram na frente a unidade penitenciária e tentaram derrubar o portão da entrada, quando foram contidos pelos policiais que estavam prestando a segurança no local.
 O Corpo de Bombeiros da cidade de Patos foi acionado, assim como viaturas do SAMU de Catolé do Rocha e da cidade de Sousa.
 O comandante do 12º Batalhão da Polícia Militar de Catolé do Rocha, Major Campos acionou toda a corporação local, com viaturas e homens do choque, como também solicitou reforço a outros batalhões.
 O presídio Padrão de Catolé do Rocha tem capacidade para 150 preso, mas atualmente conta com 190.
 De acordo com informações do Cel. Almeida, por telefone, o tumulto já foi controlado e o clima agora é tranquilo em Catolé do Rocha. "Está tudo tranquilo, nem chegou a ser uma rebelião. O pessoal de Guarabira queria ser transferido, mas nós já explicamos que não será possível atender agora. Todos os presos já estão de volta ao seu local e vamos iniciar uma vistoria. Posso lhe garantir que está tudo tranquilo, está tudo em paz", disse o comandante do Policiamento Regional II, Cel. Almeida, no final da noite desta quinta-feira. 
Apenados atearam fogo em colchões, que provocaram uma fumaça negra dentro do presídio - Foto: Catolé News 

O Corpo de bombeiros foi chamado para controlar um princípio de incêndio no Pavilhão - B (Foto: Catolé News) 





Comando do 12º Batalhão da PM de Catolé do Rocha pedeiu reforço - Foto: Catolé News 

Noavas viaturas da polícia militar vieram para reforçar a área  - Foto: Catolé News 

Os familiares dos presos tentaram arrombar o portão de entrada - Foto: Catolé News

HUMBERTO VITAL E DOMÍCIO FILHO - CATOLÉ NEWS 

0 comentários:

Envie a sua denuncia!