quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Área universitária de Campina Grande tem maior índice de homicídios


Estatística da Polícia Civil constata que a área dos bairros próximos às universidades Federal de Campina Grande (UFCG) e Estadual da Paraíba (UEPB) concentram o maior número de assassinatos no município. Bodocongó e Pedregal, com 14 homicídios registrados em cada, foram os dois bairros com maior número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) no ano passado.
Em 2012, a polícia contabilizou 170 assassinatos. Nos dois bairros de maior incidência aconteceram 16% dos crimes deste tipo. Houve uma redução de 4% em comparação ao ano anterior, quando aconteceram 175 mortes. De acordo com o secretário de Segurança e Defesa Social (Seds), Cláudio Lima, a diminuição se deve às ações implantadas por uma nova política de segurança na Paraíba.
Segundo o comandandate da Polícia Militar estadual, coronel Euller Chaves, uma reformulação nas atividades do efetivo policial e a implantação de Unidades de Policiamento Solidário (UPS) são algumas das práticas que fazem parte deste planejamento. Uma nova turma com cerca de 280 policiais será formada e deve ingressar o quadro da corporação militar até o próximo mês de julho, segundo Euller Chaves.
Unidade de Policiamento Solidário (UPS) foi inaugurada em Campina Grande (Foto: Taiguara Rangel/G1)UPS no bairro do Mutirão conta com efetivo de 18
policiais militares (Foto: Taiguara Rangel/G1)

A primeira UPS de Campina Grande foi inaugurada no último dia 25, no bairro do Mutirão. No ano passado, houve nove assassinatos na área, incluindo um policial assassinado durante um tiroteio. No Pedregal, uma chacina no dia 3 de novembro deixou quatro mortos e dois feridos. Uma criança de 11 anos, um ajudante de pedreiro de 20 anos e outro homem de 22 anos foram assassinados em um bar. No mesmo local, dois homens de 28 anos sofreram disparos e foram socorridos com vida. Pouco depois, outro corpo foi encontrado em uma casa no mesmo bairro. Um ex-presidiário de 19 anos foi morto com vários tiros.
O tenente-coronel Souza Neto, comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, informou que está próxima a conclusão de uma nova UPS para o bairro do Pedregal, que deverá atender toda a área próxima. “A unidade no Pedregal está com 70% da obra concluída, mas ainda não podemos confirmar uma data para inauguração. O prédio vai atender toda aquela área próxima à universidade, incluindo os bairros da Conceição, Alto Branco e Jardim Menezes”, afirmou o comandante.
Relação de homicídios por bairro em 2012
Bodocongó, 14; Pedregal, 14; Malvinas, 11; Mutirão, 9; Centro, 8; José Pinheiro, 6; Santa Rosa, 6; Araxá, 4; Bela Vista, 4; Catolé, 4; Catolé de José Ferreira, 4; Estação Velha, 4; Galante, 4; Liberdade, 4; Monte Santo, 4; Ramadinha, 4; São José da Mata, 4; Tres Irmãs, 4; Alto Branco, 3; Itararé, 3; Monte Castelo, 3; Rosa Cruz, 3; Velame, 3; Catingueira, 2; Catolé de Boa Vista, 2; Centenário, 2; Cidades, 2; Jardim Continental, 2; Jardim Verdejante, 2; Jeremias, 2; Nova Brasília, 2; Palmeira, 2; Prata, 2; Quarenta, 2; Rocha Cavalcante, 2; Santo Antônio, 2; Belo Monte, 1; Cruzeiro, 1; Dinamérica, 1; Distrito dos Mecânicos, 1; Glória, 1; Invasão Saara, 1; J. Verdejante, 1; Jardim Paulistano, 1; Jardim Quarenta, 1; Nações, 1; Novo Cruzeiro, 1; Pres. Médici, 1; S. Januário, 1; Santa Cruz, 1; Santa Terezinha, 1; São Januário, 1; Serrotão, 1; Tambor, 1.
G1 PB
Vale salientar que em frente a UFCG existe um posto da Polícia Militar que diversas vezes fora denunciado nas mídias televisivas de que o mesmo permanecia fechado.
Já na área da UEPB, existe viaturas no final das aulas por voltas das 21:30hs, nos demais horários também não é visto policiamento ostensivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.