domingo, 6 de janeiro de 2013

Noite de sexta-feira e sábado movimentado na Delegacia de Barra de Santa Rosa/PB

Por volta das 20:hs da sexta-feira,04/01/2013, a equipe da Polícia Civil composta pelo Delegado Durval Barros e o Comissário de Polícia Franklin Basilio, realizaram os procedimentos com relação a duas prisões realizadas pelos policiais militares dos Destacamentos de Remígio e Algodão de Jandaíra.

1ª Ocorrência- Remígio. (Desacato, Resistência, Embriagues ao volante)-04/01/13
Foi preso Marcelo Vitório Cunha da Silva, 39 anos, natural de Areia/PB, residente no sítio Palma em Remígio/PB.
Segundo os policiais militares do Destacamento de Remígio, pertencentes ao 10º BPM. O acusado estava perturbando com a moto e quando chegarma próximo do mesmo para abordá-lo ele começou a pilotar a moto vindo a desobedecer a ordem de parada dada pelos policiais. Ao abordar o acusado , após forçar o mesmo a parar, encontraram com o mesmo uma faca peixeira de 06 polegadas, além de sentirem um forte cheiro de álcool vindo  do acusado; ao indagar Marcelo confessou ter ingerido bebida alcoólica durante a tarde, após este fato os policiais pediram a habilitação e os documentos da moto a Marcelo que informou que não tinha, com isto foi dado voz de prisão onde Marcelo resistiu vindo a quebrar o celular do policial. Após apresentar o acusado na Delegacia de Plantão, o Delegado Dr. Durval autuou o acusado por Embriagues ao volante, Dirigir sem Habilitação, desacato e Resistência.
Após exames de corpo Delito o acusado foi encaminhado a cadeia pública de Remígio/PB.


2ª Ocorrência- Algodão de Jandaíra. (Posse de Arma de Fogo e ameaça)-04/01/13
Por volta das 23:00hs a guarnição da cidade de Algodão de Jandaíra apresentou o réu Damião da Silva, de 34 anos, natural do Algodão de Jandaíra e residente no sítio Jandaíra, na mesma cidade; Segundo a guarnição, um dos irmãos do réu chegou no destacamento pedindo ajuda porque Damião estaria com uma espingarda ameaçando os demais parentes. Quando a guarnição chegou no local Damião estava desarmado mas familiares informaram aonde estaria a espingarda escondida. Damião juntamente com a espingarda tipo Bate-bucha foram encaminhados até a Delegacia de Plantão, sendo autuado por posse de Arma de fogo e sendo liberado no dia seguinte após pagamento de fiança, no valor de R$678,00.
Os procedimentos serão encaminhados a justiça local onde Damião responderá em liberdade.


3ª Ocorrência- Barra de Santa Rosa/PB. (Porte de Arma de Fogo)-05/01/13
Por volta das 19:00hs policiais Militares da cidade de Barra de Santa Rosa estavam realizando rondas pela cidade quando repararam um senhor segurando uma arma dentro de um bar, ao retornarem constataram se tratar de uma espingarda bate-bucha, fabricação caseira, diante do fato deram voz de prisão por porte ilegal de arma de fogo ao sr. JOSÉ SEVERINO COSTA DE LIMA FILHO, 32 anos, Oleiro, morador desta cidade; Severino informou que havia comprado a espingarda a aproximadamente há um mês por R$ 150,00.
Após a ouvida de todos o Delegado Dr. Durval Barros, estipulou a fiança em um salário mínimo  R$678,00, com isso Severino responderá o processo em liberdade.



______________________________________
Com as apreensões destas armas os policiais envolvidos nas ocorrências poderão pleitear junto ao Governo do Estado o recebimento do Abono referente a apreensões de arma, neste caso o valor de R$300,00, para ser dividido entre os policiais.
O Delegado Durval Barros informou que independente do caso a sua fiança para estes tipos de crimes começará sempre com o valor mínimo de um salário(R$678,00), quando não houver nenhum perigo de dano a terceiros.
Então quem tiver espingardas na região do Curimataú devem tomar muito cuidado, pois a polícia está alerta e os únicos que tem direito de usar estes tipos de armas, são caçadores com permissões do governo para está utilizando, caso contrário ainda podem responder por crime ambiental, por caça de animais silvestres.

"Será que vale a pena ter uma espingarda em casa?" 

www.setimaregional.com.br  com informações de Barra de Santa Rosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.