domingo, 10 de março de 2013

Polícia Militar e Sudema recolhem ´paredões de som´ em Campina Grande


Operação 'Sossego' evitou um encontro de paredões em posto de gasolina, no Catolé

Uma operação Sossego entre a Polícia Militar e Sudema, em Campina Grande, na noite desta sexta-feira (8), resultou em quatro suspensões de músicas em bares, uma autuação em veiculo com apreensão do equipamento sonoro.

A informação foi dada pelo Comandante do II BPM, Souza Neto. De acordo com o militar, a operação também evitou um encontro de paredões, que iria acontecer em um posto de gasolina no bairro do Catolé.

Na referida Operação Sossego, foram utilizados 20 policiais militares, duas equipes da Sudema de João Pessoa e Campina Grande.


Da Redação com Secom-PB via voz de Pedra



Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) o nível máximo de ruído que o ouvido humano pode agüentar sem que haja prejuízos é de 65 dB (decibéis). A partir daí podem ser causados problemas que vão desde o estresse e a insônia por causa do barulho, até a perda irreversível da capacidade auditiva.
No Brasil, as principais leis que regulamentam os níveis de ruído são as resoluções CONAMA 001/90, que adota os padrões estabelecidos na NBR 10.151 para avaliação dos ruídos em áreas habitadas, e a CONAMA 002/90 que criou o Programa Nacional de Educação e Controle da Poluição Sonora – Silêncio. Outra norma utilizada no controle deste tipo de poluição é NBR 10.152 que estipula limites em decibéis para a emissão de ruídos em determinados locais de acordo com o ambiente e o tempo de exposição a que as pessoas ficam submetidas.

Existe no mercado aplicativos para Smartphones capazes de aferir a intensidade do som até 80 decibéis, gratuito. Uma arma muito útil já que o limite permitido por lei  não ultrapassa 65 decibéis a noite.

9 comentários:

  1. Precisamos de silêncio,mas os sons doa automóveis nas ruas de Campina nos tiram a paz e o sossego principalmente na parte da noite nos bairros mais distantes do centro.

    ResponderExcluir
  2. A minha vizinha juntamente com garotos de menores passam a noite com o som muito alto e bebidas alcoólica. Ligo para a policia eles dizem que não são responsáveis , ligo para a sudema ninguém atende. Assim vai o cabaré a noite toda no bairro do Catolé em Campina Grande. Se não existe Lei então o cidadão é obrigado a tomar atitudes mais radicais.

    ResponderExcluir
  3. eu seria a favor se fosse proibido qualquer venda de peças de som automotivo,a lei é absurda pq nem todos usam p bagunçar e sim por hobby,o ouvido humano suporta 85 decibeis sem danos e não 65!!! muita gente não sabe q uma própria conversa na sala de casa ultrapassa 65 decibeis facil!!! o barulho do transito 90 decibeis todos os dias,pq só os sons é proibido,lei tosca só no Brasil mesmo!!! se a lei fosse aplicada sem distinção os carros não rodariam,motocicletas tbm não...mas como é uma lei arbitrária só procuram o som automotivo acho injusto!!! essa lei era p ser como no Rio de Janeiro ou varias cidades do RN com horarios e locais permitidos não prejudicando nenhum dos lados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que vc não coloca esses paredôes dentro da sua casa, seu I D I O T A? Vc também é um desses idiotas.

      Excluir
  4. E a Ventura Recepçoes? Tem alvará de funcionamento? O som alto aos finais de semana significa o que? E o pior, nem o padre que mora ao lado é respeitado!!!! É o fim do mundo minta genthi!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nesse Brasil,Nordeste, Campina Grande, caro colega, o errado é certo e vice-versa. Ainda bem que aqui existem ainda policiais respeitáveis que tentam coibir esses abusos.

      Excluir
  5. Moro no Catolé em Campina Grande e ha anos venho sofrendo com um bar que funciona aqui na praça do coreto, todo final de semana ele coloca som ao vivo e agora tem na segunda feira a noite também, ligo pra polícia e nada é feito,acho que o problema é que eu sou trabalhador se fosse um canalha teria mais atenção. Dizem até que existe uma tal de policia ambiental mas acho que é só no nome.

    ResponderExcluir
  6. Problemas com Som Alto, deve ligar para a SUDEMA ou ao ligar para o 190, pedir para passar para a Polícia Ambiental que funciona próximo a PIRAMIDAL nas Malvinas. Eles são responsáveis por problemas ambientais.

    ResponderExcluir
  7. Quantas vezes já liguei e a pessoa que atende manda eu resolver com o dono do bar e não repassa para a policia ambiental. Acho absurdo pessoas de outra comunidade vir até aqui fazer zuada no nosso bairro, porque essas pessoas não residem em nossa comunidade , temos uma praça que não conseguimos utilizar pois não tem nada para nós que moramos junto a ela

    ResponderExcluir

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.