sábado, 27 de abril de 2013

Ação integrada de policiais civis da 7ªDRPC e policiais Militares do 9ºBPM prendem DUVICA por Tentativa de Homicídio em Picuí.


No último dia 13 de abril, o popular conhecido por DUVICA tentou ceifar a vida do sr. AILTON DA SILVA LIMA, na cidade de Picuí com diversas punhaladas pelo corpo só vindo a cessar quando populares interviram e socorreram a vítima para o hospital Regional. Vale salientar que este crime fora cometido dois dias após DUVICA ter sido posto em liberdade,  já que o mesmo respondia pelo crime de roubo com arrombamento de estabelecimento nesta cidade.

Diante dos fatos, a Delegada Dianni Regina a frente deste caso, após ouvir vítima e testemunhas solicitou do Judiciário Mandado de Prisão contra DUVICA sendo este concedido.

Na manhã deste sábado, 27 de abril, após levantamento realizado pela equipe da polícia Civil sob comando direto da Delegada Dianni Regina,  mapearam os locais que DUVICA poderia está dormindo, com o apoio da guarnição militar de Picuí foi dado início a operação para prender o acusado.


Às 06:00hs, após o Sol raiar e com a casa que o acusado estaria toda cercada, foi chamado e DUVICA ao ver que era a polícia correu para dentro de casa e tentou fugir pela janela do banheiro, mais não obteve exito vindo a ser dado voz de prisão por força de mandado.

Participaram da Operação os policiais Civis, Reinaldo  Dias, Luis Carlos, Franklin Basilio e os policiais militares: Sargento Sodré, Sargento Aragão e o Cabo Amaral, além do reforço do Agente Penitenciário, ora Diretor da Cadeia, Fabiano.


Acusado: Júlio César da Silva, conhecido por Duvica, nascido aos 09/06/1993, natural de Caicó/RN. O mesmo já tem processo no Rio Grande do Norte.




reveja a matéria anterior:

Arrombamento próximo a ponte de Picuí leva a polícia a prender duas pessoas com passado de estupro.



www.setimaregional.com.br



















s

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.