terça-feira, 9 de abril de 2013

Fernanda Ellen: De Tráfico Internacional de Pessoas a Homicídio Confesso e ocultação de cadáver.



O mistério envolvendo o desaparecimento da adolescente Fernanda Ellen, de 11 anos chegou ao fim na noite desta segunda-feira (08). O corpo da garota foi encontrado enterrado no quintal de um vizinho,Jefferson Luiz, 25 anos, no bairro do Alto do Mateus. Ele foi detido no início da noite e confessou o crime.


Acompanhado do delegado Aldrovilli Grisi, que investigou o caso, o acusado indicou onde havia escondido o corpo da garota e durante a escavação os restos mortais de Fernanda Ellen foram encontrados.

Várias viaturas policiais e ambulâncias do Samu foram até o local para prestar apoio a família da adolescente. Familiares desmaiaram ao serem informados do paradeiro e do estado em que foi encontrado o corpo da jovem.

Uma perícia vai analisar se Fernanda Ellen sofreu abuso sexual antes de ter sido assassinada.

INVESTIGAÇÃO 

Na tarde de hoje, esse mesmo vizinho foi preso por policias do GOE, acusado de envolvimento no desaparecimento da menina. O rapaz foi reconhecido por uma profissional do sexo como sendo o homem que trocou o celular da menina de 11 anos por 15 pedras de crack.

O acusado foi levado para a delegacia do GOE, localizada na rua Almirante Barroso, centro de João Pessoa (PB). 

Desde a semana passada, quando a profissional do sexo foi detida na rua da Areia com o celular de Fernanda e disse que tinha trocado o telefone com um rapaz, mas que não o conhecia, agentes do GOE vinha realizando diligências em pontos de droga, juntamente com a garota de programa, para tentar identificar o tal rapaz.

Na tarde de hoje, quando os policiais responsáveis pela investigação estavam no bairro do Novais, monitorando bocas de fumo, copiaram via AHT (rádio amador) que estava ocorrendo um tiroteio na rua onde Fernanda morava. Pensando ser alguma ação contra os pais da menina, os agentes do GOE se deslocaram para a rua.

Ao chegarem em frente a casa de Fernanda, os policiais conversaram com o senhor Fábio Júnior Cabral e perceberam que estava tudo bem na residência, mas a garota de programa, que ficou dentro do carro descaracterizado, chamou os policias e disse que o rapaz que estava na porta de uma casa bem perto da de Fernanda era quem tinha trocado o celular.

Os agentes do GOE entraram no carro e se deslocaram lentamente para a residência indicada pela profissional do sexo. Ao chegarem em frente a casa, os policiais baixaram os vidros do carro e o rapaz ao ver a garota de programa tentou fugir, correndo para dentro da residência, mas os agentes agiram rápido e o prenderam tentando abrir a porta da cozinha.

Após a prisão, os familiares de Fernanda Ellen tentaram atacar o acusado, mas a polícia evitou o linchamento.


Desaparecimento

Fernanda Ellen desapareceu no dia 07 de janeiro de 2013, depois de ter ido à escola no bairro Alto do Mateus buscar as notas finais. Desde o primeiro momento, várias informações e pistas surgiram, mas nenhuma havia levado ao paradeiro da menina.


Márcia Dias com informações de Aguinaldo Mota

PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.