domingo, 25 de agosto de 2013

Policial Militar é executado em Campina Grande durante assalto, ladrões conseguiram fugir.

Reprodução/Facebook
Um policial militar foi morto na tarde deste domingo, 25, em Campina Grande.
Segundo as primeiras informações da polícia, o PM foi assassinado após reagir a um assalto na  panificadora Rainha do Cruzeiro, localizada na avenida Almirante Barroso, no bairro do Cruzeiro.
De acordo com testemunhas, dois homens armados entraram no estabelecimento e anunciaram o assalto.
O policial estava armado e reagiu, mas, foi atingido com um tiro na cabeça. A vítima não resistiu ao ferimento e morreu no local.
Os assaltantes fugiram em um carro. O sargento Noaldemir Alves Borges, tinha 53 anos e morava em João Pessoa.
 

De acordo com o coronel Souza Neto, do 2º Batalhão da Polícia Militar, o latrocínio aconteceu por volta das 16h, quando dois homens armados entraram no estabelecimento e anunciaram o assalto. Ainda segundo ele, o sargento Borges estava na fila do caixa para pagar suas compras, quando os criminosos começaram a revistar os clientes e funcionários da panificadora. Percebendo que os bandidos iriam achar a pistola, com a qual o policial estava de posse, ele reagiu e tentou atirar contra os assaltantes, mas foi atingido com um tiro na cabeça disparado por um dos homens. O estabelecimento disponha de circuito interno de câmeras de segurança e o vídeo, em que mostra o crime, já está com a polícia. Segundo Souza Neto.nas imagens dá para ver nitidamente os rostos dos criminosos.
Após o latrocínio os suspeitos fugiram em um carro prata. O veículo já foi encontrado pela polícia, mas sem ninguém. O Serviço de Inteligência da polícia e a Delegacia de Homicídios de Campina Grande estão a frente do caso e realizando diligências na região no esforço de encontrar os suspeitos.

Nesta segunda-feira a delegada Mayara Roberta irá conceder uma coletiva à imprensa para elucidar o caso.
O sargento Borges morava em João Pessoa e estava em campina Grande com familiares que residem nesta cidade.
Fonte: Da Redação Portal Correio
www.setimaregional.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.