terça-feira, 29 de outubro de 2013

Apenados utilizavam o momento de jogar o lixo para colocar Drogas e celulares dentro de Cadeias na Paraíba.

Após 20 dias de investigação, a Gerência de Inteligência da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), descobriu um esquema criminoso que levava celulares e drogas para dentro da cadeia pública de Bayeux, na Região Metropolitana de João Pessoa. O material ilícito era entregue no momento que o apenado responsável pela limpeza ia jogar as sacolas de lixo.
Nesse momento, um homem que mora na casa em frente ao presídio, jogava pacotes de drogas e celulares. O apenado era responsável pela limpeza da cadeia, segundo o secretário de Administração Penitenciária, Wallber Virgolino. O preso colaborou com a investigação. O resultado da operação foi divulgado na noite de segunda-feira (28).
Toda a ação foi flagrada por câmeras escondidas, que filmaram desde a negociação para a entrega dos celulares e das drogas à efetiva entrega do material. A casa que fica em frente ao presídio, por sinal, estava servindo de ponte para o repasse de drogas e celulares para o presídio.
“O detento saia para colocar o lixo fora e nesse momento o vizinho entregava drogas e celulares para ele”, frisou o secretário. Segundo ele, o vizinho já cumpriu pena por homicídio e estava em liberdade desde setembro deste ano. “Agora ele deve responder por tráfico de drogas e já se encontra preso”, explicou Virgolino.
Em um dos vídeos, é possível ver o detento saindo da unidade prisional, colocando o lixo na calçada e acenando para o vizinho, que minutos depois joga o material. Toda a ação dura cerca de 2min30.
Não é de hoje que esse esquema ocorre na Paraíba, cidades de pequeno porte tem cadeias onde alguns apenados responsáveis pelos serviços internos e externos ficam em contato com a população.
É comum ver apenados conversando em portas de cadeia, ficando sentado na rua, recebendo pequenos embrulhos e repassando para dentro da cadeia, alguns usam buracos nas laterais dos prédios, além de albergados que também jogam para dentro das cadeias ou escondem em canos de passagem de água da chuva, antes de entrar.
Se o apenado responsavel pela limpeza e alimentação não fizer o que os demais detentos pedem pode levar uma surra além de ser substituito por outro que cumprirá as ordens internas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.