terça-feira, 12 de novembro de 2013

Faltando 9 dias para completar um ano; Neto que tentou matar a avó é executado em Pedra Lavrada/PB


Versão final
Na noite desta segunda feira dia 11/11 foi registrado um homicídio no município de Pedra Lavrada, cidade do Seridó paraibano com 7.475 habitantes, distante 224 Km da Capital João Pessoa.


 
O crime aconteceu no Sítio Barra de Canoa, divisa com o município de Cubatí-PB. Segundo informações não oficiais, o nome da vítima é Tiago dos Santos Sousa de aproximadamente 25 anos, ele residia no sitio Serrote do Angico zona rural de Pedra Lavrada. A vítima já havia sido preso por ter ateado fogo na casa de sua avó e por tentar incendiar uma escola em Pedra Lavrada, além de ameaçar algumas pessoas com uma arma branca.
 
Informações de populares dão conta de que o jovem teria sido surpreendido por dois homens em uma moto no Sítio Barra de Canoa, que o abordaram e um deles teria efetuado um disparado de espingarda calibre doze. Populares relataram que foram ouvidos vários tiros e a Polícia ao chegar no local teria encontrado capsulas de Calibre 12 e de revolver. Apesar das diligencias, até o fechamento desta matéria ninguém havia sido preso pelo homicídio.
matéria:Paraíba Geral
foto: Cubatí Urgente


Reveja a matéria da prisão: Neto tenta matar a avó e destrói a casa da anciã com fogo em Pedra Lavrada/PB.



 Nesta terça-feira, dia 20/11/2012, a guarnição da Polícia Militar de Pedra Lavrada, sob o comando do CBPM Cordeiro do 9ºBPM, foi acionada e prendeu em flagrante TIAGO DOS SANTOS SOUSA, o mesmo é acusado de atear fogo na casa de sua avó, chegando a derrubar parte da mesma, além de ameaçar familiares e vizinhos com uma faca peixeira. O acusado foi encaminhado para 7ª Delegacia Regional de Polícia onde foi autuado em flagrante e já se encontra recolhido na Cadeia Pública de Picuí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.