quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Prefeito de Pedra Lavrada/PB emite nota de esclarecimento sobre ondas de assaltos na cidade e medidas tomadas junto ao governo do Estado.

Roberto Cordeiro
Prefeito solicitou posto avançado da Polícia Militar na zona rural, sendo sediada no Cumaru/Pedra Lavrada.

O aumento da criminalidade, indiscutivelmente, vem aterrorizando o povo de Pedra Lavrada e impedindo que a nossa cidade continue a ser um lugar tranquilo de se viver. Estamos todos em pânico. A violência em nosso município se apresenta como um grande obstáculo na tranquilidade do nosso povo, mas também, um obstáculo no desenvolvimento do município, principalmente do comércio. Já não temos mais paz nem na cidade, muito menos na zona rural. Hoje em morar na zona rural se tornou sinônimo de medo.

Solicitei junto ao Governo do Estado, através da Secretaria de Segurança Pública, em caráter de URGÊNCIA, apoio para lidarmos com a criminalidade em nossa Pedra Lavrada, com o aumento do efetivo policial e ainda uma patrulha rural. Ainda nessa terça-feira, solicitei também, ao 9° Batalhão de Polícia Militar, diretamente ao Major Galvão, apoio e reforço no policiamento, pedi uma atenção especial a grande onda de violência e aos últimos acontecimentos presenciados em Pedra Lavrada, como assaltos a mão armada, roubos de motos e a residências. Prontamente o Major Galvão (que nos informou já estar trabalhando para elucidar os crimes cometidos aqui no município), nos atendeu e já encaminhou ao município uma equipe que deu início a uma operação, que tem como objetivo coibir as práticas criminosas seja na zona urbana, como na zona rural. A delegada da comarca de Picuí também esteve presente em nosso município, reforçando a segurança.

Segundo o Major Galvão a operação será instalada com um grande efetivo de policiais estará promovendo Blitz, comandadas pelo Sub Comandante Major Herbert. As blitz terão caráter educativo, sobre o uso de capacetes, evitar acidentes, e principalmente coibir à prática de assaltos a mão armada, com revistas em veículos pelo INFOSEG.

A nossa luta continua. Requeremos junto a Secretaria de Segurança Pública do Governo do Estado à instalação de uma patrulha rural em nosso município para reforçar o trabalho da polícia militar na zona rural. Pedimos e estamos aguardando que essa patrulha seja instalada no Distrito de Cumaru. É inadmissível o crescimento da violência na zona rural, e a necessidade de uma patrulha rural, é imensa, pois, o efetivo que se encontra instalado para prestar serviço na zona urbana e rural é insuficiente. Considero que seja humanamente impossível apenas dois ou três policiais estarem presentes ao mesmo tempo em toda a extensão territorial do município, que, diga-se de passagem, é enorme, por isso, além de uma patrulha rural, estamos pedindo o aumento do efetivo policial em nosso município.

Estamos atentos às medidas necessárias para buscar apoio e promover a segurança em nossa Pedra Lavrada. Tenho certeza que o Governador Ricardo Coutinho será sensível a situação de terror que o nosso município enfrenta. 

Conclamo as autoridades para uma parceria importante, estamos pedindo ajuda, e não mediremos esforços para isso. O governo municipal estará sempre pronto para dar o apoio necessário que a Secretaria de Segurança do Estado precisar, na luta para diminuir tamanha violência que se instalou em Pedra Lavrada. Sei que não estamos sozinhos e acredito primeiramente em Deus, depois na justiça, que vamos ser capazes de vencer essa violência e trazer mais uma vez a paz e a tranquilidade para Pedra Lavrada.

Peço encarecidamente, que todos nós colaboremos no sentido de ajudar a polícia a promover a segurança e a justiça em nosso município.

Encerro convocando o Governador Ricardo Coutinho, que possa, através da Secretaria de Segurança Pública, nos enviar o mais brevemente possível a Patrulha Rural e ainda, que reforce o nosso efetivo policial em Pedra Lavrada.

Roberto José Vasconcelos Cordeiro
Prefeito de Pedra Lavrada


Ascom/Pedra Lavrada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.