domingo, 10 de novembro de 2013

Sargento da PM acaba com festa em Massaranduba no tiro e acaba preso pela guarnição. Companheiros alegam que ele estava embriagado.

De acordo com as informações do comando do 2º Batalhão de Polícia Militar, tudo aconteceu por volta das 03:00h, no Centro da cidade de Massaranduba/PB.
No momento, acontecia a apresentação de uma banda de forró no ginásio ‘O Ribeirão’, quando o sargento Rossi Santino – que atualmente é comandante do destacamento de Lagoa Seca – chegou ao local. “A guarnição da PM que estava no local confirmou que o sargento aparentava está sob o efeito de bebida alcoólica e teria chegando ao evento com intuito de encerrar a festa porque o barulho provocado pela apresentação estaria incomodando a sua mãe, que mora bem próximo do local da festa. Como não conseguiu encerrar a atividade, o sargento sacou um revólver e efetuou alguns disparos para o céu. Imediatamente a guarnição deteve o oficial que foi encaminhado para Central de Polícia Civil em Campina Grande” confirmou, por telefone, o comandante do 2º BPM, tenente-coronel Souza Neto.
Ainda segundo o comandante, relatos de testemunhas confirmam que antes de ser detido, o sargento Santino ainda chegou a agredir e ameaçar algumas pessoas que estava no local. Uma das vítimas foi um jovem de 16 anos que foi ferido com um disparo de raspão. A mãe do jovem – também compareceu à delegacia para prestar depoimento. “Ele tava obrigando os comerciantes até encerrar as atividades do lado de fora. Ele mandou fechar até um carrinho de cachorro-quente que estava instalado na frente do ginásio. O sargento estava visivelmente descontrolado” comentou a comerciante.
O sargento Rossi Santino foi autuado na Central de Polícia Civil de Campina Grande pela delegada Herta de França, como o crime é passível de Fiança, após o pagamento o mesmo foi liberado.
O jornalista Marcio Rangel tentou localizar o sargento para dá a sua versão do caso, mas o mesmo não se pronunciou até o momento.
fonte: Blog do Marcio Rangel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.