quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Campina Grande registra 184 homicídios em 2013; destaque é o bairro onde localiza as duas maiores universidades da cidade com 12 homicídios.

Bairro de Bodocongó é o mais violento, com 12 assassinatos registrados.
Em 2010, a polícia registrou o recorde de 218 homicídios na cidade.

A cidade de Campina Grande registrou 184 homicídios em 2013, 14 a mais do que em 2012, de acordo com os dados da Polícia Civil. Segundo a polícia, 2013 foi o ano mais violento desde 2010, quando houve 218 assassinatos na cidade. O número representa uma média de um assassinato a cada dois dias.
O ‘mapa da violência’ divulgado pela polícia na quarta-feira (1º) aponta também os bairros com maiores índices de assassinatos. Em Bodocongó, bairro com mais homicídios, foram registrados 12 casos entre janeiro e dezembro. O segundo bairro mais violento é o José Pinheiro, com 10 homicídios. Em terceiro lugar estão os bairros do Centro e Catolé, além do distrito de São José da Mata, com nove assassinatos em cada.
Segundo o chefe de gabinete do Comando de Policiamento Regional I da Polícia Militar (CPR I), Hilmário Xavier, a PM irá analisar a possibilidade de criação de uma base da polícia nas regiões com maior índice de criminalidade e as rondas serão intensificadas como forma de buscar uma redução no número de homicídios.
"Tudo não passa de boatos" ?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.