terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Marido mata mulher por “ficar muito no Facebook e Whatsapp”

Homem não aguentava mais ver a mulher no Facebook. (Foto: Sidnei Bronka/O Progresso)
Homem não aguentava mais ver a mulher no Facebook. (Foto: Sidnei Bronka/O Progresso)
Claudio José, de 33 anos, confessou o assassinato de sua esposa, Daiane dos Santos, de 21 anos, e de sua sogra, Ana Cláudia dos Santos, de 39 anos, a facadas, porque, segundo contou à reportagem do O PROGRESSO, “ela ficava muito tempo no Facebook”. O crime aconteceu por volta das 20h00, em um bairro na cidade de Caarapó, cerca de 230 km  da capital Campo Grande no Mato Grosso do Sul.
Cláudio foi preso pela Polícia Militar quando tentava fugir da cidade em seu veículo, logo depois de ter cometido o assassinato. Já na delegacia ele disse aos policiais e à reportagem que matou a esposa por “ciúmes”, porque “ela ficava muito tempo no Facebook e no WhatsApp e não cuidava da casa”.
O crime aconteceu na Rua da Saudade da Vila Planalto, nas imediações da garagem da Prefeitura daquele município. Daiane foi agredida com 4 facadas, sendo 2 golpes na perna esquerda e dois nas costas e morreu na hora.
A mãe dela, Ana, tentou socorrer a filha e foi agredida com uma facada no peito e um no braço esquerdo, chegou a ser encaminhada ao Hospital São Mateus, de Caarapó, onde morreu pouco depois.
Segundo a polícia, o acusado Claudio fugiu do local do crime num veículo VW Logus, que foi localizado na área central da cidade. O suspeito tentou fugir, mas acabou sendo preso e encaminhado à delegacia, juntamente com a faca que usou para matar.
Na delegacia, ele confessou o duplo homicídio. Conforme uma testemunha, o autor esfaqueou Daiane e depois a mãe dela, que morreu com duas facadas tentando defender a filha.
Fonte: O Progresso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.