quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Pai acusado de sequestro aparece e devolve filhos a genitora em Remígio/PB, após divulgação de foto.


Compareceu na manhã desta quinta-feira, 09 de janeiro, o sr. Sidnei Félix da Silva, após saber através de parentes que sua foto estava sendo divulgado pela mídia por sequestro e crimes na Lei Maria da Penha.
Na defesa de Sidnei o mesmo pensava que a ex-companheira, nunca iria denunciar o mesmo a polícia.
Após ser interrogado pela autoridade policial o mesmo alegou que não sabia que havia feito entrava como crime e informou que havia apenas discutido com a mesma e puxado pelo braço;
Após ser questionado sobre o paradeiro das crianças, informou que havia deixado-as escondidas na casa de uma senhora conhecida por Dona Moça, na comunidade do Tambor em Campina Grande, e que seus parentes não sabiam o que o mesmo havia cometido. Depois de 4 horas de interrogatório Sidnei entrou em contato com parentes e indicou aonde estava as crianças onde após ele ligar para Dona Moça a mesma liberou as crianças para a tia que em seguida levou até a delegacia de Remígio, onde foi entregue a genitora.

Em nenhum momento Sidnei se mostrou preocupado com a situação e já estava para aceitar um emprego em uma fazenda localizada em Roraima, ainda em sua defesa ele disse que se fugisse mesmo com as crianças nunca seria preso pela polícia, pois já trabalhou em fazendas do Maranhão, Piaui onde os fazendeiros além de serem donos dos municípios tem a polícia local em seu poder, mas ele não contava que sua foto seria divulgado para mídia e nem sabia que sua ex- companheira tinha uma foto do mesmo.
Sidnei responderá por crimes na lei Maria da Penha, devido ter se apresentado espontaneamente e ter entregue as crianças, o mesmo responderá o crime em liberdade.

A delegacia de Remígio agradece a todos que compartilharam a notícia e as mídias televisivas e rádio-difusora, graças a esses dois meios de comunicação familiares de Sidnei tomaram conhecimento do fato e colocaram juízo no mesmo para se apresentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.