domingo, 26 de janeiro de 2014

Policial Civil efetua disparos de arma de fogo contra carro, após levar fora de uma garota. Curitiba/PR

Um caso ocorrido em Curitiba, no Paraná, tem chocado milhares de pessoas por todo o mundo – mais de 900 mil já assistiram ao vídeo. Após receber um fora de um grupo de mulheres, um policial civil resolveu atirar no carro onde elas estavam. A inacreditável história aconteceu no fim da madrugada de quinta-feira (23), na saída de uma balada na capital paranaense.
Conforme o portal “Na tela do 190″, responsável por registrar o caso, o pivô da confusão é o policial José Alberto Esper Nicoletti, lotado na Delegacia de Furtos e Roubos do Paraná. Após sair de uma boate, o policial passou ao lado de um carro com quatro mulheres e um homem. “Ele disse para o nosso motorista que ele estava com muitas mulheres no carro e era para passar uma para ele”, relatou uma das mulheres envolvidas.
As jovens relataram ainda que Nicoletti fez menção de pagar para que uma das garotas entrasse no carro dele. Após a recusa do grupo, o policial começou a perseguir o carro e – por mais inacreditável que pareça – a atirar contra as mulheres! Por sorte, os disparos não pegaram em ninguém, mas deixaram marcas no veículo.
Em seguida, as mulheres pediram ajuda a um policial militar, que prendeu Nicoletti. Mas a aventura do policial civil não acabou por aí. Ele ainda agrediu um amigo das moças e ameaçou uma equipe de reportagem. “A gente trabalha junto com vocês. Se colocar minha imagem na TV, na boa…”, disse ao repórter e ao cinegrafista. Ah, ele pagou fiança de R$ 750 e já foi solto – foi autuado em flagrante por disparo de arma de fogo.

 É cada desculpa que a gente escuta. Aonde ficou a embriagues ao volante?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.