segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Chuvas repentinas causam estragos na cidade de de Guarabira/PB

131409,362,80,0,0,362,271,0,0,0,0Uma chuva de pouco mais de uma hora invadiu casas, comércios e alagou ruas em alguns bairros da cidade de Guarabira, a 97 km de João Pessoa, na tarde desse domingo (9). Alguns moradores ficaram ilhados e tiveram trabalho para escoar a água de dentro das casas. As ruas atingidas ficaram bloqueadas por um período.
De acordo com o tenente Diego Santos, do Corpo de Bombeiros, as ruas do Centro ficaram tomadas pelas águas. Um exemplo é a avenida Dom Pedro II, que ficou completamente alagada impossibilitando a passagem de carros e pedestres. O comércio local foi afetado pela invasão das águas.
“Recebemos ligações de cinco bairros. Em todos os casos ocorreram problemas em decorrência das chuvas. No Centro da cidade, a força das águas destruiu um porta de vidro de um órgão estadual. A Polícia Militar foi acionada e fez a segurança do local para evitar saques”, disse o tenente.
Devido à intensidade das chuvas, o canal Juá transbordou invadindo ruas e rompendo uma passagem de uma estrada vicinal. Apesar dos transtornos, os bombeiros informaram que não houve registro de mortes ou feridos.
Segundo relatos de moradores, por causa do transbordamento do canal Juá e bueiros completamente sujos, com terra e outros detritos, a água não escoou e também causou problemas na avenida Pedro Alverga Gome, onde famílias tiveram casas invadidas perdendo alguns móveis.
“Cerca de quatro casas a Pedro Alverga foram inundadas pelas águas. A prefeitura já fez o levantamento e caso seja necessário, vamos dar assistência às familiares, como reforma dos imóveis e ajuda no vestuário e alimentícios”, confirmou o coordenador informando que o prefeito Zenóbio Toscano está em Brasília para angariar recursos para a elaboração de um projeto de drenagem para Guarabira.
Uma das casas inundadas

Moradores escoando às águas
Máquina desobstruindo passagem  
Canal Juá transbordou
  fonte: Portal Mídia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.