quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Polícia Civil deflagra “Operação Capturas” e elucida mais três homicídios em Campina Grande/PB

A Polícia Civil de Campina Grande, através da Delegacia de Homicídios, elucidou mais três assassinatos ocorridos na cidade, com a prisão de três homens nessa terça-feira (18), em cumprimento a mandados de prisão expedidos pela Justiça. As prisões foram a primeira ação da “Operação Capturas I”, que irá efetuar uma série de prisões previstas pela polícia, no decorrer dos próximos meses.
Um dos homens presos é João Vicente da Silva, 22 anos, acusado de matar Samuel Gomes Xavier, em outubro de 2013. O crime aconteceu no bairro das Malvinas. De acordo com a delegada titular da Homicídios, Maíra Roberta, o acusado e outro homem que já está preso assassinaram Samuel porque a vítima se recusou a vender drogas para o grupo. “Pelo que apuramos, ele estava prestes a se casar, constituir uma família e não queria viver no mundo do crime. Essa foi a motivação para o assassinato de Samuel”, detalhou a delegada.
O segundo a ser preso nessa terça-feira foi o segurança Joselito da Costa Lima (“Neném”), um dos homens que mataram o massagista Wilton de Araujo Lima, em novembro de 2013, também no bairro das Malvinas. O corpo de Wilton foi encontrado carbonizado, crime que causou grande repercussão na cidade.
O delegado Francisco de Assis lembrou que dias após o delito, dois homens foram presos e confessaram o assassinato. “Faltava apenas capturar Joselito, que no tempo do fato fugiu para outra cidade, mas a Polícia Civil não deixou de fazer as diligências. Quando ele voltou a Campina, nós já estávamos com o mandado de prisão em mãos e o cumprimos na operação de ontem”, disse o delegado. Wilton foi morto após uma discussão por causa de um boné.
O terceiro preso da “Operação Capturas I” é José Tiago da Silva Gaudino, 18 anos, apontado como um dos autores do primeiro homicídio registrado em Campina neste ano de 2014. O crime aconteceu no bairro do Mutirão e teve como vítima José Ailton Paz dos Santos. O acusado foi preso pela equipe do delegado Antônio Lopes, que deu detalhes do delito. “Tudo partiu de uma discussão entre Tiago, outros dois comparsas e a vítima. Num determinado momento, José Ailton foi dominado e espancado pelo grupo, que ainda esmagou o crânio de José Ailton com pedradas. As investigações continuam para prender os outros dois acusados”, declarou Antônio Lopes.
A Operação Capturas já tem nomes de pessoas acusadas de participação em vários crimes em Campina, e a previsão é de que outros suspeitos sejam presos a qualquer momento. “Pedimos à população que nos ajude, através do disque denúncia 197. Não precisa se identificar, é um sistema absolutamente seguro, e qualquer informação pode ser útil para tirar mais um criminoso das ruas”, finalizou a delegada Maíra.

www.setimaregional.com.br com informações da Central de Polícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.