terça-feira, 4 de março de 2014

Empresário Picuiense tenta resgatar carnaval tradicional em contrapartida aos carnavais de trio elétrico.

texto:portaldocurimatau
fotos: AmigosDePicuí

Este ano o empresário Picuiense Fabrizio Medeiros, juntou-se a Lena, Etiene, e os demais com o bloco operários do Samba que em seu 1º ano faz uma homenagem ao saudoso Delmiro que por muitos anos  animou o carnaval de Picuí  junto com os  acima citados,  neste sábado e domingo de carnaval, o bloco saiu pelas ruas da cidade, juntamente com Lena e suas crianças, Etiene e centenas de pessoas, acompanhados  por uma orquestra que animou á todos resgatando as tradicionais  machinhas de carnaval.
Na segunda feira dia (03/03), o bloco saiu pelo terceiro dia, de frente ao prédio, onde é realizado o forro dos idosos do município, fazendo um grande arrastão pelas ruas da cidade, a ideia é fazer um carnaval tradicional, ninguém pagará nada, e a palavra de ordem é ”bote sua fantasia e venha festejar pelas ruas da cidade  de Picuí  relembrando os antigos carnavais”. Disse Fabrízio.
Nessa Terça (04/03), mais uma vez, os foliões picuienses voltam às ruas para comemorar seu ultimo dia de carnaval pelas principais ruas da cidade, com muita alegria; Vários blocos espontâneos estão sendo preparados para abrilhantarem o carnaval da capital do Seridó paraibano, que através da iniciativa privada, começa a ser resgatado.
O município de Picuí já foi sede de grandes carnavais, reunia milhares de pessoas, com marchinhas, fantasias improvisadas que animava toda a cidade, com o entusiasmo de vários blocos e turmas da região.
 O tempo passou e o carnaval de rua foi perdendo o entusiasmo, preocupados e pensando em resgatar o carnaval surgiu a figura de Lena Caetano e Etiene, que reunindo crianças e populares animam o carnaval de Rua de Picuí, o famoso “Carnaval dos que ficam” com o bloco alegria, lena e c&a. Além dos blocos as virgens do "Limeira" com homens fantasiados de mulher que com muita descontração e animam os foliões e o bloco Canaboneca. Coordenado por Degelson Luiz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.