terça-feira, 18 de março de 2014

Homem que atirou contra várias pessoas em Campina Grande é preso pela polícia Civil após testemunhas terem reconhecido na hora do crime.

O vidraceiro João Paulo Oliveira da Silva, 28 anos, acusado de efetuar os disparos que mataram o funcionário dos Correios, Laurenildo Pereira da Silva, 53 anos e ferir o mototaxista Wanderley Nunes do Nascimento, 32 anos, além de um adolescente de 15 anos, confessou o delito e afirmou que o alvo era o mototaxista, em razão de uma rixa antiga.
João Paulo afirmou que estava sozinho no carro no momento do crime, contrariando informações de que haveria outras pessoas com ele.
O acusado foi preso na Ramadinha, na manhã desta terça-feira (18/03) por uma equipe de policiais da Homicídios liderados pelo delegado Francisco de Assis Silva.
A Polícia apreendeu também a Pajero, de placas HXO-5015, do município de Euzébio/CE, que foi roubada, um revólver calibre .38 municiado, uma balança de precisão, um cartucho de espingarda calibre “12”, além de uma máscara de carnaval.
Em entrevista coletiva na Central, a delegada Maíra Roberta, titular da Homicídios assegurou que a polícia vai continuar vigilante e solicitou a colaboração da população para a elucidação de outros crimes.
O delegado Francisco de Assis da Silva afirmou que João Paulo também é acusado na prática de roubos, porte ilegal de arma e está sendo investigado em mais dois assassinatos.
(Assessoria 10ªDSPC) via RentatoDiniz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.