quinta-feira, 13 de março de 2014

Policiais de Catolé do Rocha/PB aprenderam armas e mais de mil munições de diversos calibres.


Uma operação conjunta, realizada na tarde desta quarta-feira (12), entre policiais militares do 12º Batalhão e policiais civis da 8ª superintendência regional resultou na apreensão de um revólver calibre 38 e mais de mil munições de oito calibres diferentes, inclusive de uso restrito das forças armadas, na cidade de Catolé do Rocha, no sertão paraibano.

O material estava com João Vieira da Silva, de 53 anos, que é suspeito de vender munição de forma ilegal na cidade.

(Munições foram apreendidas em grande quantidade)

Os policiais chegaram até o acusado através de uma denúncia anônima, conforme contou o comandante do 12º Batalhão, major Douglas Araújo.

“Ele tem um mercadinho no município e lá apreendemos uma parte do material e a outra parte na casa dele, que fica em frente, na rua Venâncio Neiva, no bairro Batalhão. A apreensão é mais um resultado do trabalho integrado com a polícia civil da região, liderada pela pessoa do delegado Jorge Luís, para retirar armas e suspeitos de circulação”, lembrou major Douglas.

Entre as munições apreendidas, foram encontradas para armas de calibres 22, 32, 28, 40, 38, 765, 44 e 9 milímetros, estas duas últimas de uso restrito das forças armadas. O material estava divido em cartelas, pronto para a venda.

O acusado foi levado juntamente com o material apreendido para a delegacia da cidade. Ele foi autuado por posse ilegal de arma e pode responder por comércio ilegal de arma de fogo, caso a suspeita de que ele vende as munições seja constatada. Várias testemunhas ainda serão ouvidas sobre o caso. A pena para o crime de venda vai de 4 a 8 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.