segunda-feira, 3 de março de 2014

Policiais do 9º BPM prende acusados de roubo de moto e justiça libera acusados em menos de 24 horas devido os mesmos terem tido apenas um mal comportamento.

Antes mesmo que o proprietário legal prestasse queixa de furto da sua motocicleta Honda CG 125, ano 2010, cor preta, placa MNX 1378, policiais militares pertencentes à guarnição de Rádio-patrulha do município de Cuité conseguiu prender, na noite desta sexta-feira, 28, em flagrante delito, os autores do crime, tratam-se de Euclides Belarmino de Lima Neto, 21, morador da cidade de Lagoa Seca-PB e Diego Nascimento Estevam, também residente em Lagoa Seca.
A denúncia do furto foi feita à Central de Operações do 9º BPM. Os acusados foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Cuité. Já a motocicleta foi devolvida ao seu proprietário legal após os procedimentos realizados em delegacia.

Com menos de 24 horas acusados foram colocados em liberdade por juiz plantonista, no seu entendimento os acusados não atrapalhariam as investigações posteriores já que todas as testemunhas eram policiais militares, "como se policiais não pudesse sofrer atentados e não tivesse familiares", em outro ponto do embasamento para liberação dos acusados é utilizado as palavras "um provável mal comportamento do conduzido sobretudo diante da ingestão  de bebida alcoólica, o que faz exigir não o seu encarceramento provisório, mas adoção de medidas cautelares"
Segundo a autoridade policial que presidiu o inquérito em nenhum momento foi dito na peça flagracional que os acusados teriam ingerido bebida alcoólica, mas decisão judicial não se discute , cumpra-se. Diante dessa decisão de liberar os acusados os policiais ficaram sem ação para outras prisões ondem os acusados poderão dizer que agiram apenas sob influência do álcool, vale salientar que os acusados eram da cidade de Lagoa Seca, distante mais de 120km de Cuité. Qual seria o motivo de estarem em Cuité?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.