quinta-feira, 29 de maio de 2014

Chega ao fim Mizura em Picuí/PB. Vítima pode ter sido executada.


Encontrado o corpo de JOÃO PAULO NUNES GOMES, conhecido por MIZURA, na localidade conhecida por Sítio Pocinhos, com sinais de execução.
A equipe da Polícia Civil da 13ªAISP de Picuí esteve no local fazendo levantamento tendo a frente a Delegada Dianni Regina.
O corpo será encaminhado ao Numol de Campina Grande para perícia. 


Mizura era conhecido de Picuí devido a sua vida no crime e seu fim já era previsto.
Quem tiver qualquer informação LIGAR para 
3371-2324 ou 197.




Compareceu na manhã de hoje nesta Delegacia a vítima José Marcelo Batista Berto, informando que na madrugada de hoje, tinha emprestado sua motocicleta Honda Pop 100, placa MYM-7172/RN, a um rapaz conhecido por Mizura e este não devolveu sua moto. Os policiais civis José Carlos e Gilvan Fernandes saíram em diligência e localizaram Mizura, o qual indicou o local onde a moto estava escondida. Os policiais foram até as proximidades do IFPB, antigo CEFET e lá encontraram a moto no meio do matagal, já sem placa e com uma lanterna quebrada. Mizura conduzido até a Delegacia, informou que agiu na companhia de Barraco eBebê, porém não soube dizer onde eles estavam. Feito o procedimento de prisão em flagrante por apropriação indébita, a Delegada Dianni Regina arbitrou fiança, no entanto, Mizura não pagou o valor estipulado e foi recolhido a Cadeia local. A moto foi devolvida ao seu proprietário.






Mais um flagrante por tráfico de drogas em Picuí, a Polícia Civil por meio de investigação conseguiu interceptar o acusado JOÃO PAULO NUNES, "MIZURA", que vinha de Jaçanã/RN trazendo drogas para vender em Picuí.
Os policias armaram uma campana na Serra de Santa Luzia e ao interceptarem João Paulo encontraram uma pedra de crack que após fracionada renderia cerca de 50 porções que seriam vendidas aos usuários. A droga seria para abastecer os clientes viciados de João Paulo, que foi preso em flagrante e se encontra recolhido na cadeia publica de Picuí/PB.














O apenado JOSÉ KREONTES GOMES DANTAS, que estava gozava do BENEFÍCIO DE SUSPENSÃO CONDICIONAL DE PENA, em que deveria cumprir algumas regras, dentre elas se recolher a sua residência até às 22:00h (segundo o próprio) e não beber, se envolveu em uma briga com JOÃO PAULO NUNES GOMES, popularmente conhecido por "MIZURA" ou "MARROM", em que os dois saíram com lesões causadas por objeto pérfuro-cortante (talvez uma faca).
 Há cerca de 01 (um) mês JOÃO PAULO teria agredido SUELY (companheira de KREONTEs) e ANDRÉA (companheira de DANILO SILVA SANTOS, residentes na casa de KREONTE), bem como, na mesma oportunidade entrou em confronto com o próprio DANILO. Segundo KREONTES e DANILO desde esse fato MIZURA (ou MARROM) vinha declarando nas ruas de que iria matar todos eles, começando por KREONTES e DANILO e terminando com as companheiras deles.
 Em 17/04/2011 todos (MIZURA, KREONTES e DANILO e suas companheiras) se encontraram em uma festa no Picuí Clube. Na madrugada do dis 18/04/2011, por volta das 02:00h houve uma briga entre DANILO e MIZURA na saída do clube, o que foi contida pelos seguranças, e todos saíram com destinos diferentes.
 Nas imediações da Panificadora Pão de Mel houve outra confusão, dessa vez entre KREONTE e MIZURA, e os dois saíram com lesões similares a causada por faca. KREONTE e MIZURA foram atendidos no hospital local, e por terem brigado anteriormente, o médico plantonista Dr. Moreira solicitou apoio da polícia. A Guarnição da Polícia Militar, composta pelo Sgt. SODRÉ(comandante) e os Soldados AURICÉLIO (motorista) e F. ALVES (patrulheiro) atenderam à solicitação, se delocando até o hospital, onde, após atendimento inicial, detiveram KREONTE(que já havia sido atendido pelo médico, e apresentava lesão na mão esquerda) e o conduziram até a delegacia local, para averiguar a situação, enquanto MIZURA foi encaminhado para um hospital em Campina Grande/PB devido à gravidade de sua lesão.
 Foi mantido contato telefônico com o juiz plantonista, que por coincidência era o mesmo da Comarca de Picuí, Dr. Mário Lúcio, o qual solicitou o recolhimento de KREONTES por quebrar regras de seu benefício, o que foi realizado pelos Agente de Investigação Gilvan Fernandes eWellison Wagner, sob o comando do delegado Plantonista, Dr. Braz Morroni.
KREONTE se encontra recolhido à Cadeia Pública de Picuí, e poderá responder pelo crime de lesão corporal contra MIZURA.
 KREONTE assumiu ter bebido na festa, mas alegou em sua defesa que "... SAÍA MAIS PARA BEBER AOS FINAIS DE SEMANA, POIS DURANTE A SEMANA TRBALHAVA NA CERÂMICA ...".

Segundo informes Kreonte estava entre os amigos de Nenem no dia que o mesmo foi alvejado na ponte, na madrugada do dia 11 de abril, e estava entre os quais que queriam "pegar" o adolescente que efetuou o disparo.

5 comentários:

  1. Eita que o inferno está em festa , chegou mais um diabo , vai-te praga dá trabalho aos teus cãos . era pra ter ido bem antes , assim não teria feito as desgraças que fizeste . Vai com o diabo miseria .

    ResponderExcluir
  2. Nunca me fez mal. Mas santo esse nao era

    ResponderExcluir
  3. O diabo que o carregue .

    ResponderExcluir
  4. O bixin tava rezando e apareceu morto , kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk .

    ResponderExcluir

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.