sábado, 3 de maio de 2014

Com déficit de R$ 50 milhões, UEPB ameaça fechar as portas as vésperas de novas eleições estaduais.


A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) corre o risco de encerrar suas atividades por causa de problemas financeiros. A instituição que forma aproximadamente 20 mil estudantes, em pelo menos oito cidades da Paraíba está com déficit de verba. De acordo com o reitor da Universidade, Rangel Júnior, a UEPB precisa de aproximadamente R$ 50 milhões a mais para arcar com todas as despesas necessárias.
“Já não temos mais nada guardado na reserva financeira. Desde 2011 que a UEPB retira o que havia guardado para cobrir as necessidades básicas”, revelou. “Todos os anos os órgãos públicos aumentam os custeios em 6% a 8% e a Universidade não recebe nada. Isso já gerou atraso na manutenção e aquisição de equipamentos, além de serviços de limpeza e segurança, por exemplo”, pontuou.
Atualmente, a receita orçamentária da Universidade está prevista para R$ 14 milhões para 2014, R$ 12 milhões a menos que no ano anterior, quando os investimentos eram de R$ 26 milhões. Para a Secretaria de planejamento do Estado, a quantidade de recursos que a UEPB recebeu ou vai receber durante o ano de 2014 ocorre de acordo com o que é determinado em lei. Segundo nota divulgada pela secretaria, quem decide a quantidade de recursos de investimento necessários é o reitor, junto com o Conselho Universitário.
A Universidade Estadual da Paraíba já apresentou o problema ao Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) e à Controladoria Geral do Estado (CGE). Nas próximas semanas, a instituição deverá encaminhar uma deliberação sobre o que deverá ser feito para tentar manter a instituição em funcionamento.

fonte: Portal Correio
http://portalcorreio.uol.com.br/noticias/emprego-e-educacao/educacao/2014/05/03/NWS,239476,44,393,NOTICIAS,2190-COM-DEFICIT-MILHOES-UEPB-AMEACA-FECHAR-ESTADO-DIZ-INSTITUICAO-RECEBEU-RECURSOS.aspx

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.