quarta-feira, 4 de junho de 2014

Polícia Civil elucida assassinato em Serra Branca/PB e prende dois acusados em flagrante

O delegado de polícia civil da cidade de Serra Branca, Dr. Rodrigo Monteiro, acredita ter elucidado por completo o assassinato de José Mário Felizardo dos Santos. O crime aconteceu na madrugada desta terça-feira (04 de junho) no bairro do Pilão em Serra Branca, após o início dos festejos juninos na cidade.

Segundo Dr. Rodrigo Monteiro, os agentes de investigação da Delegacia de Serra Branca começaram já no início da manhã desta terça os trabalhos e logo chegaram a informações que levaram aos acusados. Foram detidos em flagrante o jovem José Paulo Rodolfo Santos da Costa, de 25 anos, que ainda na viatura policial confessou participação no crime e disse que o autor seria Joel José Saturnino, conhecido como "Neozinho", já preso em outros momentos por tentativa de homicídio.

Ambos foram presos e na delegacia, Rodolfo explicou como tudo aconteceu. Segundo relato do co-autor do crime, ele e Joel estavam na festa quando já por volta das 3 horas, Joel o chamou para dar uma volta de moto. Ele disse que seguiu sem saber o que aconteceria e quando passaram pelo bairro do Pilão, Joel pediu para que parasse a moto e desceu já atirando. Foram ao todo 6 disparos de arma de fogo, provavelmente um revólver calibre 32.

Segundo o delegado Rodrigo Monteiro, a motivação do crime deve ser antigas inimizades do acusado com a vítima, que já teve passagem pela polícia e possuía amizade com outros envolvidos em crimes na cidade de Serra Branca. José Mário era amigo de Daniel, antigo conhecido da polícia, e que em 2012 foi alvo de disparos do mesmo Joel Saturnino. A polícia acredita que inimizades entre os envolvidos e seu grupo de amizades levaram ao crime maior.


José Paulo Rodolfo Santos e Joel José Saturnino ficarão detidos na cadeia pública de Serra Branca, a disposição da Justiça. O inquérito deverá ser concluído em 10 dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.