terça-feira, 19 de agosto de 2014

Preso médico-estuprador, Roger Abdelmassih vivendo normalmente no Paraguai. Ele estava foragido há 3 anos.

Ex-médico foragido que estuprou quase 40 mulheres é preso no Paraguai
Roger Abdelmassih deixa a cadeia (arquivo)
A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira o ex-médico Roger Abdelmassih, 70 anos, em Assunção, no Paraguai. Especialista em reprodução humana, ele era um dos homens mais procurados do estado de São Paulo. Em 2010, a Justiça o condenou a 278 anos de prisão, acusado de estuprar 37 pacientes. Abdelmassih não foi preso naquela ocasião, pois um habeas corpus do Superior Tribunal de Justiça dava a ele o direito de responder em liberdade. Em maio de 2011, ele teve o registro de médico cassado pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo.




Após o procedimento de deportação sumária, Abdelmassih chegou ao Brasil às 18h por Foz do Iguaçu (PR), cidade na fronteira com o Paraguai, de onde será transferido para São Paulo.
O ex-médico era considerado um dos principais especialista em reprodução humana no Brasil. Após sua condenação e fuga, passou a ser um dos criminosos mais procurados pela Polícia Civil do estado de São Paulo. A recompensa por informações sobre seu paradeiro era de R$ 10 mil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.