terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Morre empresária paraibana dona da indústria de "laticínios Isis"

148055,362,80,0,0,362,271,0,0,0,0
A empresária paraibana Enildes Figueroa Guedes, proprietária da indústria de laticínios Isis, morreu na noite desse domingo (15), no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Natural de Sousa, Sertão do estado, Enildes tinha 59 anos e estava se recuperando de um transplante de fígado realizado no início de janeiro.
O corpo da empresária deve chegar à Paraíba nesta terça-feira (17) e será velado nas dependências da indústria, que tem sede em Sousa. Enildes Guedes era casada com Marcos Guedes, com quem teve três filhos: Izis, Thiago e Igor.
Em sua conta na rede social Instagram, a filha de Enildes, que é primeira dama da cidade de Cuitegi (Agreste do estado, a 88 km de João Pessoa) fez uma homenagem para a empresária.
“É assim que vamos nos despedindo dessa bela flor. Nasceu para brilhar e encantar a vida das pessoas, viveu intensamente cada instante. Mãe melhor não poderia ter, me ensinou a lutar com gigantes, me ensinou a encarar uma vida onde não existia escuridão, pelo contrário, tudo era superável. Mãe, não sei como vou viver sem você, mas te prometo que vou tentar dar continuidade à sua alegria, vou resistir a essa dor que é tão grande. Foi assim que você me ensinou (…) Vai, mãezinha, pois o céu se alegra neste instante em estar te recebendo com um caminho de flores orquestrada pela corneta dos anjos. Eternas saudades de uma filha que amou demais, que fez o que pode para ter sua mãezinha ao seu lado. Mas entendo que tudo é determinado por Deus. Chegou sua hora, vá em paz.”, diz um trecho da mensagem postada por Izis Madruga.
Izis Madruga publicou mensagem de despedida no InstagramFoto: Izis Madruga publicou mensagem de despedida no Instagram
Créditos: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.