sexta-feira, 20 de março de 2015

A farsa começa a cair por terra. Caso dos policiais preso no Sertão paraibano pode ter sido armação?

Segundo consta em Sentenças do Tribunal de Justiça, o suposto acusado de extorsão por policiais é na realidade uma pessoa auto intitulado analfabeto, agricultor em parte do ano e ainda sustentado pelos pais.

Então como pode policiais extorquirem ele em mais de R$150.000,00 se o "coitado" não tem nada na vida?

Porque a mídia paraibana chama um agricultor com várias condenações de comerciante?

Como pode uma pessoa com mais de três condenações cumpridas inicialmente em regime fechado ter mais palavra do que os policiais?

Porque um delegado pede a prisão de membros da mesma corporação apenas em boatos? Sem provas? E justiça concede? E quando se pede de bandidos com provas materiais, a mesma justiça quando decide dá, demora meses?

Como que um albergado consegue apoio da PM para acompanhar o mesmo até a delegacia para prestar queixa se até cidadão de bem não consegue?

Quem não garante que estes mesmos policiais não estavam prestes a pegar o albergado ainda realizando tráfico ativo na região?

E agora? quem está dizendo a verdade? Os policiais que não possuem processos e vem desempenhando bons serviços dentro da instituição ou um condenado da justiça?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.