sexta-feira, 12 de junho de 2015

O que fazer se for vítima de crime virtual ou cyberbullying.

Primeiro passo para realizar uma denuncia contra crimes sofridos por meio da internet, seja ela por redes sociais ou sites é imprimir todo o conteúdo que não condiz com a verdade ou que esteja denegrindo a suposta vítima. A forma mais segura de realizar essa impressão, é o chamado "print", quando salvamos a tela toda do computador com a hora e o dia em que foi acessado, isso ajuda muito na identificação de usuários que usam perfis fakes.

Os fakes hoje em dia são mais fácil de identificar do que antigamente, ou então os que dão cobertura respondem por eles nos mesmos crimes.
Através do endereço eletrônico da difamação, no exemplo da imagem representado pelo nº 2, os responsáveis pelo servidor terão que fornecer a justiça quando solicitado quem era o responsável pelo link no dia e hora da infração, repassando o IP usado, com o IP em mãos o fornecedor da internet terá que informar quem estava usando neste exato momento o IP, já que ele não é fixo em alguns casos e fica constantemente sendo mudado quando o aparelho se desconecta da internet. O provedor de internet entregará a justiça o endereço MAC da máquina usada para acessar a internet, podendo ser celular, tablet ou computador, além do endereço do usuário caso já exista em seus bancos de dados, ou então a localização via triangulação.
O ideal na hora de coletar provas das difamações é realizar o print em vários momentos, de preferência alguns dias, ou então em horários diferentes, na maioria das vezes quem publica em redes sociais a altas horas da noite utiliza de celulares ou então em horário que deveria está trabalhando ou estudando, assim poderá conseguir dados de computadores de empresas ou escolas que estejam sendo usado para o crime.
Realizar o print também das pessoas que comentaram, compartilharam e curtiram a difamação, pois quem curte, compartilha está automaticamente assinando em baixo que concorda com aquela mentira publicada, nos casos dos comentários cada comentário é julgado diferente, pois haverá algum que esteja tentando inocentar/defender a vítima.

Delegacia:
Com os prints da tela imprimido e a lista de pessoas, nome fantasia e links do perfis o próximo passo é confeccionar uma Ocorrência policial na delegacia mais próxima, se na sua cidade houver uma Delegacia especializada para crimes virtuais deverá se dirigir até ela.

Penas: Além das punições penais que na maioria das vezes o autor do crime responde em liberdade, ainda poderá ter que fazer uma retratação pública, pagamento de indenização por Danos Morais e Materiais.

Esses crimes tomam proporções gigantescas devido ao efeito cascata, um recebe e vai repassando para mais dois e assim por diante. Casos utilizando aplicativos de voz, todos os números que repassaram a imagem / texto ou áudio respondem do mesmo jeito, então se você recebeu de um amigo, o crime já começa por ele até haver uma colaboração e chegar ao autor das mentiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.