sábado, 19 de setembro de 2015

Polícia Prende acusados de executarem jovem na rodoviária de Campina Grande/PB. Motivo: Seria briga de facções em Areia/PB

Foram presos neste sábado (19) dois suspeitos de terem participado do homicídio de um jovem de 19 anos dentro de um ônibus interestadual nesta sexta-feira (18). O crime aconteceu na Rodoviária Argemiro de Figueiredo, em Campina Grande. Os suspeitos, um homem de 32 anos e um jovem de 18 anos, foram presos na cidade de Areia, localizada no Brejo da Paraíba.
De acordo com o cabo José de Anchieta, da 3ª Companhia do 10º Batalhão, através da troca de informações com a delegada de homicídios de Campina Grande, Maíra Roberta, a equipe comandada por ele chegou até os dois suspeitos, no Conjunto do Fogo. “Localizamos em uma rua um dos suspeitos e ele nos levou até o outro, que estava na frente de casa. Em seguida, apresentamos os dois na Delegacia de Homicídios de Campina Grande, que está investigando o caso”, disse.
Ainda segundo o policial Militar, o homem de 32 anos teria confessado a participação no crime e apontou um terceiro suspeito, já identificado. Cabo Anchieta disse que o assassinato teria sido motivado por uma rixa do tráfico de drogas entre grupos rivais do bairro Jussara e do Conjunto do Fogo. “Houve um homicídio de um amigo dos três suspeitos no fim do mês de agosto, em Areia, e eles prometeram vingança, atribuindo o fato à vitima que foi morta em Campina Grande, que resolveu fugir para o Rio de Janeiro por causa disso”, informou.

O sargento contou ainda que o trio suspeito ficou sabendo que a vítima iria viajar e planejou o homicídio para ser realizado na rodoviária de Campina Grande, onde o ônibus com destino ao Rio de Janeiro iria fazer uma parada. “Um dos homens e o terceiro suspeito, que está foragido, pegaram uma van até Esperança e de lá pegaram um ônibus para a rodoviária de Campina Grande, onde ficaram esperando o jovem. O outro suspeito foi em uma moto acompanhando o ônibus em que estava a vítima, mas no meio do caminho voltou”, detalhou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.