quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Polícia da Paraíba prende suspeitos de furto a joalheria no Pará.

Suspeitos de roubar joalheria em Belém do Pará são presos na Paraíba - notícias em Paraíba

A Polícia Civil da Paraíba, por meio de seu Grupo de Operações Especiais (GOE), realizou na manhã desta quarta-feira (9) a ‘Operação Princess’, que resultou na prisão de quatro pessoas, três delas suspeitas de furto a uma joalheria no Pará, de foram levadas peças equivalentes a R$ 3 milhões.
A ação policial aconteceu em apoio a equipes da Polícia Civil daquele estado, no cumprimento de mandados de prisão preventiva em desfavor dos envolvidos. Durante o trabalho, uma mulher também foi presa em flagrante por receptação de joias furtadas e ainda resistência e desacato.
De acordo com o delegado Allan Terruel, titular do GOE, a Polícia Civil paraibana agiu de forma integrada em relação ao que foi desenvolvido pela Polícia Civil do Pará, nos procedimentos de localização e cumprimento das ordens judiciais para a prisão deMarcelo Nascimento dos Santos, 40 anos, Paula Saionara dos Santos e uma mulher identificada como Marilene  Vieira do Nascimento.
Essas pessoas são suspeitas de envolvimento no furto da joalheria Princess, localizada no Shopping Pátio Belém, na capital do Pará, no qual foram levadas joias avaliadas em R$ 3 milhões. Imagens do circuito interno do estabelecimento ajudaram na identificação dos responsáveis pelo crime”, relatou o delegado.
Ainda segundo Terruel, na Paraíba os mandados foram cumpridos nas cidades de Cabedelo e Campina Grande. “Com Marcelo, foi encontrado um cordão de ouro, e comLucilene Nascimento dos Santos, 34, um cordão e um anel. Esta última foi autuada em flagrante pela receptação e por resistência e desacato”, afirmou, acrescentando que os objetos e os suspeitos foram identificados pela vítima do furto, que acompanhou as diligências.
Há ainda indícios de que o grupo esteja envolvido em crimes do mesmo tipo registrados nos estados do Piauí e Rio Grande do Norte.
Todos os presos foram encaminhados à sede do Grupo Especializado, no Centro de João Pessoa, para os procedimentos necessários. Uma autorização será pedida pelo GOE ao Poder Judiciário, a fim de que os presos sejam encaminhados ao estado do Pará.

fonte: http://policiacivil.pb.gov.br/products/policia-prende-suspeitos-de-furto-a-joalheria-no-para/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.