terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Detento matou outro no PB1 por ter tido a esposa executada em Campina Grande/PB

O acusado de matar Robevânio dentro do presídio do PB1 em João Pessoa é Fabiano Quintino Pereira, mas conhecido por “binha”, o qual utilizou de um espeto para cometer o crime. Fabiano responde por Homicídio e foi transferido recentemente de um presídio de Patos, no Sertão para o PB1.


A vítima era do grupo dos “peixeiros” e o acusado do grupo dos “ratos”, ambas facções brigam pelo poder no bairro do Pedregal e haviam selado a paz no início de 2016, após 15 anos de brigas e mais de 60 membros mortos de ambos os lados, além de 25 membros presos pela polícia.
(Amanda: morta em dezembro/2015)




OS MOTIVOS
“Binha” afirmou, em depoimento a policia civil, que matou Robervânio por vingança.
“Ele mandou matar minha mulher no Pedregal no ano passado”.

*A mulher dele, Amanda Regina Alves, 21 anos, foi morta com vários tiros de revólver (na cabeça, no olho e pescoço), na noite de 19 de dezembro/2015.

Ela era ex-presidiária e chegou a ser miss detenta.

Amanda era uma das principais testemunhas de uma chacina que envolveu um grupo de criminosos no Pedregal.

Adaptado de RenatoDiniz.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.