sábado, 27 de agosto de 2016

Irmãos morrem em incêndio em Campina Grande/PB. Os pais haviam saído enquanto a casa era iluminada por velas.

Dois irmãos, um garoto de três anos e uma menina de dois, morreram após um incêndio atingir a casa em que moravam na Rua São Luís, no bairro Nova Brasília em Campina Grande, na noite de sexta-feira (26). Segundo informações repassadas no relatório do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), as duas crianças estavam sozinhas quando o fogo se espalhou pela casa. 
Conforme depoimento prestado pela mãe das crianças, o fornecimento de energia elétrica havia sido cortado por falta de pagamento e os dois decidiram acender duas velas, uma na cozinha e outra na sala, para iluminar o local. Ainda de acordo com a mãe das crianças, o pai pediu que ela fosse comprar um lanche para a família, mas os dois acabaram resolvendo ir juntos.
Os vizinhos perceberam a fumaça, mas acreditaram vir de uma padaria, que fica ao lado da residência onde os irmãos morreram. Segundo a polícia, o Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado após notarem que a casa estava pegando fogo, mas ao chegar no local a equipe encontrou as duas crianças carbonizadas.
De acordo com a polícia, os pais foram encaminhados para delegacia, ouvidos pelo delegado Luciano Serra Seca e em seguida liberados. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil. Os corpos foram encaminhados para o Núcleo Executivo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande.

De acordo com o subtenente Veiga, do Corpo de Bombeiros, moradores identificaram a ocorrência de fumaça, mas, a princípio, acharam que vinha de uma panificadora próxima.

“Quando notaram que era na residência, invadiram o local e chamaram os bombeiros, mas já era tarde demais e as crianças foram encontradas sem vida”, disse Veiga, informando ainda que não houve dificuldade no combate às chamas, mas não foi possível fazer a identificação das vítimas.

Conforme revelou o subtenente, investiga-se o fato de que os pais das crianças tenham deixado a vela acesa e saído de casa, o que se configura em abandono de incapaz. O casal não foi localizado até as 23h desta sexta.

Caso o casal seja indiciado em inquérito policial, dificilmente receberão punição de prisão, pois em casos semelhantes, a justiça absolveu os pais, pois a maior pena que poderia ser dado, já foi dado. A de pais verem seus filhos morrerem e terem que viver com essa culpa em seus corações.
www.setimaregional.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.