sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Polícia Civil elucida Sequestro ocorrido em Areia e que terminou em Homicídio em Remígio. Ainda pode haver mais fatos por trás dessa morte.


No último Sábado,13 de agosto, 4 homens foram na casa de um senhor que mora no sítio Lagoa do Mato, de Remígio e espancou o senhor, a esposa e o filho Lucas, levando uma moto, quando nesse momento o velho disse:"Estou reconhecendo sua voz!", com isso os bandidos fugiram ...

Quando foi ontem, quarta-feira,17 de agosto, 4 a 5 elementos voltaram no mesmo sítio, por volta das 19h e mandaram o velho sair, para executarem o mesmo, e como ele não saiu meteram bala na frente da casa e foram embora, feito o levantamento de praxe o Agente Marcone Amâncio e a delegada de Remígio, Dra Socorro, pela manhã desta quinta-feira, 18 de agosto, tiveram informação que eles estavam em um corsa sedan preto, traseira amassada e sem calota (e que o filho dessa vez reconheceu a voz de um envolvido), mas antes mesmo da polícia agir, a vítima foi resolver com amigos.

A tarde o filho do velho (Lucas Tomás, de 18) juntou-se com uns amigos (Leonardo Fernando, 27 anos; Pedro Fernandes, de 37; Anderson Lima, de 25; Antônio Cassiano e um adolescente) e foram para cidade de Areia num carro preto, placa de aluguel e raptaram o Jorge Tadeu da Silva, que reside no sítio Bola de Neve, levando-o para um matagal do seu sítio pra frente, matando-o e enterrando-o em seguida na zona rural de Remígio, mais precisamente próximo ao açude do Jacaré.

Os acusados são todos de Remígio(Lagoa do Mato) e Esperança(Distrito de São Miguel)
A polícia prendeu os acusados quando estavam comemorando o crime. Só foi possível a elucidação porque o genitor de Jorge reconheceu um dos algozes quando foram em Areia.

Lucas assumiu em depoimento que o tiro que tirou a vida de Jorge foi efetuado por ele, já que Jorge havia ido em sua residência com amigos a fim de matar seu pai.

A equipe do Núcleo de Homicídios de Esperança continua com as investigações, pois deva existir mais fatos ocultos nesses crimes.
instagram @setimaregional / www.setimaregional.com.br

Versão Oficial da 12ªAISP

Uma ação conjunta e exitosa desencadeada na data de ontem (18/08) envolvendo policiais civis da delegacia de Remígio/GTE/Homicídios da 12ª DSPC e Polícia Militar das cidades de Areia e Remígio, culminou com a prisão de cinco indivíduos e apreensão de dois menores, todos envolvidos no seqüestro seguido de homicídio da pessoa de JORGE TADEU DA SILVA, 19 anos, que residia no sítio Bola de Neve, zona rural de Areia/PB. Conforme o apurado nos autos, no dia 13/08 a vítima JORGE, juntamente com outros quatro indivíduos, praticaram crime de roubo em uma residência no sítio Jacaré, distrito de Lagoa do Mato, zona rural de Remígio, ocasião em que além da subtração de diversos bens, as vítimas foram também agredidas fisicamente e ameaçadas, e na oportunidade desse roubo um dos moradores da residência, o menor L.T.S, de 17 anos, reconheceu a pessoa de JORGE. Revoltado com a humilhação enfrentada pela família, posteriormente o menor arquitetou o sequestro de JORGE, tendo contado com a participação do também menor J.A.D.G, de 17 anos, o qual indicou o endereço da vítima JORGE, e ainda os maiores LEONARDO FERNANDO DE ALMEIDA- “BIRA”; ANDERSON DE LIMA DINIZ- “CINHO”; ANTÔNIO CASSIANO MOURA DA ROCHA JÚNIOR- “JÚNIOR DA VILA FLORESTAL”; PEDRO FERNANDES DA SILVA- “VACA” e JOSEILTON PEREIRA DE LIMA- “KIKO”, os quais utilizando de um carro Fiat Pálio preto com placa vermelha e um adesivo branco no para brisa dianteiro, foram juntamente com o menor L.T.S até a casa da vítima JORGE e lá o forçaram a entrar no carro sob a mira de armas de fogo, conduzindo-o até um matagal de difícil acesso no sítio Jacaré, onde lá JORGE foi amarrado, torturado e morto por disparos de arma de fogo. Paralelo a isso, familiares de JORGE comunicaram o sequestro às polícias civil e militar, tendo logo se iniciado as buscas, ocasião em que policiais foram à casa das vítimas do roubo, haja vista já haver suspeitas da participação de JORGE no crime do assalto à residência que já estava em investigação, e lá foi localizado o carro utilizado no sequestro, bem como todos os envolvidos se achavam reunidos no local, tendo o menor L.T.S confessado a autoria dos crimes de sequestro seguido de homicídio e além de indicar o local onde se encontrava o corpo, também indicou onde estavam as armas utilizadas no crime, quais sejam dois revólveres calibre .38 e uma espingarda. Foi lavrado procedimento especial em desfavor dos menores e os mesmos apresentados ao Ministério Público, bem como os maiores foram autuados em flagrante delito e encaminhados à cadeia pública da cidade de Remígio.
As diligências continuam no sentido de identificar, localizar e prender também os indivíduos que teriam cometido o primeiro crime, aquele que deu vazão ao homicídio cometido e acima narrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.