segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Dupla armada executa o escrivão de Policia Civil durante festividades de candidato eleito na cidade de Arara/PB

Veio a óbito na noite desta Segunda-feira, 03 de outubro, o Escrivão Marcos Antônio Rosas, "Marcos Rosas",60 anos, natural de Pedras de Fogo, o escrivão da polícia Civil da Paraíba que já foi Delegado Comissionado em anos anteriores.

Na noite desta segunda-feira, Marcos Rosas estava comemorando com amigos e familiares a vitória do seu candidato a prefeito na cidade de Arara, quando de repente dois homens armados chegaram e dispararam diversos tiros contra o mesmo, vindo a morrer no local, alguns populares foram alvejados na confusão.

Marcos era Escrivão de polícia na cidade de Areia, já fazia mais de 4 anos e estava querendo ser transferido para cidade de Arara, onde reside desde os 10 anos de idade para ajudar a fazer uma "limpa na cidade".

Desde que chegou na cidade não parou um segundo em busca de trazer melhorias para segurança, conseguiu apoio para organizar a delegacia, conseguiu um estagiário para dá apoio no cartório, estava por traz de todas as operações de prisões de adultos e apreensões de menores infratores, muitos desses casos realizados em seu próprio carro, já que a cidade não contava com uma viatura em estado de uso.

A execução recaem em cima de dois elementos que haviam fugido nas duas últimas operações realizados na zona rural se tratando de pai( Naldinho ) e filho, e que já haviam mandado recardo que o matariam.

Nos últimos meses, Marcos já havia cumprido mandados de prisão, apreensões de menores, levantamentos de esconderijos de mais de 15 bandidos, responsáveis por roubos de veículos, assaltos aos Correios, fabricação e porte de armas, drogas e suspeitos de explosões a banco da cidade de Areia.

Considerado um policial linha dura, mas tratava todos da sociedade com carinho e respeito, do varredor de rua até as altas autoridades costumava, chamar de "Meu Amor!".
Quem lhe pedia um trocado e ele tendo em seu bolso, dava sem pensar duas vezes.


Neste último final de semana parecia adivinhar alguma coisa, pois em conversa com os colegas no plantão eleitoral na delegacia de Arara, falava, se alguém tem um elogio para me fazer ou falar mal, que falasse na cara e não esperasse eu morrer para dizer que era gente boa.

Nesta noite, as equipes especializadas de Campina Grande e de outras cidades se deslocaram para Arara afim de ajudar a localizar e prender os responsáveis por essa afronta contra o ESTADO.

Atualmente tirava plantões extras nas delegacias de Solânea e Esperança para poder pagar as dividas que tinha, faltava menos de 4 anos para se aposentar, ele deixa esposa e filhos adultos e pequenos, dentre eles um especial.

Vá com Deus, "meu amor" !
21ª AISP ( Solânea), 12ª AISP ( Esperança ) e o SetimaRegional lamentam a perda do grande policial que não descansava.

2 comentários:

  1. Tá difícil pro cidadão polícia enfrentar a criminalidade

    ResponderExcluir
  2. Vá com Deus "MARCOS ROSA"!

    Gilvan Fernandes

    ResponderExcluir

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.