quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Polícia Civil prende membro de quadrilha que atuava em Pocinhos/PB

A Polícia Civil por meio do GTE/Núcleo de Homicídios de Esperança, deu cumprimento ao Mandado de Prisão, expedido pela Vara Única da Comarca de Pocinhos, em desfavor de Irailton da Silva. O qual responde aos crimes de Roubo Majorado, Formação de quadrilha e Latrocínio.













Ele estava foragido desde 2014, quando houve uma operação em Pocinhos com a intenção de prendê-lo.

Homicidas de Pocinhos/PB continuam presos. Operação Carta Anônima.

Continuam presos na cadeia pública de Pocinhos e no Serrotão em Campina Grande cinco homens acusados de 12 homicídios nas cidades de Areial, Montadas, Esperança, Pocinhos, Puxinanã e Campina Grande.
(Delegado Damião Marçal)
Valdir Lima CassimiroMarcelo Costa MeloAndré Lucas SouzaPedro Igor Tito Silva e Evaldo Basílio dos Santos, foram presos no início de julho mediante Mandado Judicial expedido pelo juiz Edvan Rodrigues Alexandre, da Comarca de Pocinhos.

A captura dos acusados foi realizada por uma equipe de trinta policias comandada pelo delegado Damião Marçal.
A ação foi denominada de “Operação Carta Anônima”.
COMO FOI
Por causa de uma carta anônima, entregue ao delegado Damião Marçal, em agosto do ano passado que a polícia civil acabou desvendando 12 homicídios.
“A carta trazia a relação dos mortos, os nomes dos envolvidos, os crimes e locais que seriam realizados, nomes de prováveis vítimas e detalhes importantes. Começamos a investigar com muita cautela e o resultado foi esse”.
Iraílton da Silva, outro acusado, continua foragido.
As 12 pessoas assassinadas também tinham envolvimento com vários crimes, segundo a polícia.
fonte: Renato Diniz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.