quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Policial mata esposa e em seguida comete suicídio em Patos


Uma tragédia familiar abalou a cidade de Patos na noite desta terça-feira, dia 24, por volta das 22h30, quando o policial civil Luciano Bonaparte, que prestava serviço em Água Branca e residia em Patos, tirou a vida de sua ex-esposa, Cleanny Santos, e depois cometeu suicídio usando uma arma de fogo.
O fato aconteceu na Rua Atilano Moura, Jardim Redenção, próximo da Escola Rosa Mística. Luciano Bonaparte atirou na ex-esposa que ficou caída sem vida próximo ao veículo na rua em frente de casa. Ele cometeu suicídio em seguida, ficando caído sobre a calçada também próximo ao corpo da ex-esposa.
Luciano e Cleanny tinham um filho ainda pequeno. Eles estavam separados há 4 meses. Informações repassadas à redação dão conta que existia discussões recentes entre o casal devido aos cuidados com o filho. Na noite desta terça, Luciano havia consumido bebidas alcoólicas e dito a amigos que estava para matar a ex-esposa devido questões envolvendo o filho.
Luciano era bastante conhecido na cidade de Patos, pois, além de policial civil, ele foi jogador dos times Nacional e do Esporte. ele também foi funcionário da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (CAGEPA).
Guarnições do 3º Batalhão de Polícia Militar fizeram o isolamento da cena do crime. Vários grupos de redes sociais estão lamentando a tragédia que abalou Patos no dia do seu aniversário de 114 anos de emancipação política.
 Jozivan Antero - Patosonline.com

Segunda versão:
Notícias veiculadas no JPB 1ª edição, o policial estava tentando reatar o relacionamento com a esposa, pois o mesmo não aceitava o fim do relacionamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.