quarta-feira, 2 de maio de 2012

Preso pela Lei Maria da Penha em Sossego/PB é solto também pela mesma Lei após pagamento de fiança.



Preso em flagrante na noite de 30/04/2012, em razão da lei Maria da Penha, JUCIMAR BATISTA DOS SANTOS, conhecido por "Bóca", residente na cidade de Sossego, por ter lesionado sua namorada, Gabriela Inácio de Freitas. O casal brigou na noite do fato, e o infrator, foi até a casa de uma amiga onde a namorada estava e de lá a tirou aos empurrões, tendo ido para sua casa, local onde se deram as agressões físicas.
A vítima recebeu socos e tapas no rosto. Os policiais militares de Sossego, CB Abrantes e SD Souza interviram e efetuaram a prisão de JUCIMAR. Em razão de caber fiança, para que o autor responda ao processo em liberdade, a Autoridade Policial de Plantão, Dra. Dianni Regina, arbitrou em 03 (três) salários mínimos, o qual foi pago pelo genitor do autuado, que em seguida foi liberado.



www.setimaregional.com.br
"A mesma lei que pune homem que bate em mulher que tenha vínculo familiar, é a mesma que dá a opção de responder em liberdade após pagar fiança."


5 comentários:

Anônimo disse...

ESSE E O NOSSO BRASIL.......

Anônimo disse...

Isso é Uma Verdadeira Palhaçada prende em flagrante agredindo a Mulher e o acusado paga fiança e esta na rua de novo ele só vai ser preso e ficar preso quando matar essa coitada !
Eita Brasil vei!

Anônimo disse...

mais vagabundo é quem pagou a fiança, belo exemplo hem!!!

Anônimo disse...

Num caso desse aqui nos E. Unidos, é classificado como um crime de terceiro grau, no minimo 3 anos de cadeia em seguida vem o jugamento onde o acusado pode entrar com pedido de defessa e supostamente o pagamento de fiança, o qual quem vai determinar o valor é o juiz. Parabéns os que fazem o blog isso ajuda muito a comunidade.

Anônimo disse...

ae é sossego né serrote não!!!

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.