domingo, 10 de março de 2013

Polícia Militar e Sudema recolhem ´paredões de som´ em Campina Grande


Operação 'Sossego' evitou um encontro de paredões em posto de gasolina, no Catolé

Uma operação Sossego entre a Polícia Militar e Sudema, em Campina Grande, na noite desta sexta-feira (8), resultou em quatro suspensões de músicas em bares, uma autuação em veiculo com apreensão do equipamento sonoro.

A informação foi dada pelo Comandante do II BPM, Souza Neto. De acordo com o militar, a operação também evitou um encontro de paredões, que iria acontecer em um posto de gasolina no bairro do Catolé.

Na referida Operação Sossego, foram utilizados 20 policiais militares, duas equipes da Sudema de João Pessoa e Campina Grande.


Da Redação com Secom-PB via voz de Pedra



Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) o nível máximo de ruído que o ouvido humano pode agüentar sem que haja prejuízos é de 65 dB (decibéis). A partir daí podem ser causados problemas que vão desde o estresse e a insônia por causa do barulho, até a perda irreversível da capacidade auditiva.
No Brasil, as principais leis que regulamentam os níveis de ruído são as resoluções CONAMA 001/90, que adota os padrões estabelecidos na NBR 10.151 para avaliação dos ruídos em áreas habitadas, e a CONAMA 002/90 que criou o Programa Nacional de Educação e Controle da Poluição Sonora – Silêncio. Outra norma utilizada no controle deste tipo de poluição é NBR 10.152 que estipula limites em decibéis para a emissão de ruídos em determinados locais de acordo com o ambiente e o tempo de exposição a que as pessoas ficam submetidas.

Existe no mercado aplicativos para Smartphones capazes de aferir a intensidade do som até 80 decibéis, gratuito. Uma arma muito útil já que o limite permitido por lei  não ultrapassa 65 decibéis a noite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar sua denúncia especifique a sua cidade e Estado e conte detalhes do crime, caso contrário não podemos ajudar.

As denúncias não são publicadas, só os comentários sem denúncias.