quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Revolta no bairro Limeira- Picuí/PB


Após inúmeros arrombamentos em residências e comércios do bairro Limeira provocados pelo popular João, irmão de Zila e Nego de Gorete, alguns populares estão saindo daquele bairro devido a insegurança, mas devido ao período eleitoral e falhas no Código Penal os mesmos se encontram a vontade para praticar pequenos furtos e até roubo ameaçando a vida das pessoas. Poucos são os que registram a queixa mas sem nenhuma testemunha pois todos temem por suas vidas.
O último arrombamento praticado por eles ocorreu na madrugada desta quinta-feira por volta das 03:00h da manhã, quando o mesmo foi visto por populares carregando uma sacola grande de produtos furtados do ponto de venda da Panificadora ESTAÇÃO DO PÃO, localizada no Limeira. Vale salientar que na noite de quarta-feira os mesmo destelharam uma casa no Limeira e roubaram panelas e mantimentos.
A polícia fica incapaz de trabalhar devido as brechas na lei que favorece os bandidos nesse período eleitoral e a falta de informações para chegar ao paradeiro dos mesmos.
No domingo passado(24/10/2010) a Polícia Civil diligenciou dentro do matagal localizada no Limeira parte que leva ao distrito de Santa Luzia na tentativa de prender os mesmos, mas quando questionava algum morador daquela região sobre o paradeiro dos mesmo ninguém dava informação do destino deles.
Leia Mais ››

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

DESTRUIÇÃO EM PEDRA LAVRADA - PB

As fortes chuvas que caíram em Pedra Lavrada no último final de semana causaram prejuízos a cidade. Em dois dias foram registrados mais de 150 milímetros de chuva no município.

Cerca de oito açudes de pequeno porte não suportaram a força das águas e romperam. Na sede do município a sangria do Açude de Mirabeau rompeu o asfalto na saída para a cidade de Picui. 

Os veículos que trafegam pela Rodovia Estadual PB-177 ficaram sem acesso a Nova Palmeira e Picui. O trabalho de conserto do asfalto foi iniciado nesta segunda-feira (25), mas por enquanto um desvio foi providenciado pela Prefeitura de Pedra Lavrada para que os carros voltassem a circular.
De acordo com informações de pessoas que residem na cidade, uma chuva semelhante no mês de outubro havia ocorrido pela última vez em 1971. fonte: http://pedralavrada.com


Vista Panorâmica do desastre na ponte de Pedra Lavrada-PB


Vista por dentro.


Veículo que caiu no rio no momento em que se dirigia a cidade de Pedra Lavrada.


NOTA: Lamentamos as perdas sofridas pelos moradores de Pedra Lavrada e região com as fortes chuvas ocorridas em nossa região no último final de semana. É lamentável que estivemos esperando por essas chuvas o ano todo e quando veio ocasionou destruição e perdas de açudes, plantações mas não tivemos perdas de vidas.
Aos nossos visitantes lamentamos estas noticias atrasadas mas tivemos imprevistos com as chuvas também ficando sem conexão com a internet durante os últimos dois dias.
Leia Mais ››

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

A Paraíba revela-se como um dos Estados pioneiros em diversas políticas sobre drogas


   Essa foi a constatação do gestor do Programa Estadual de Políticas sobre Drogas (PEPD/PB), Deusimar Guedes, após participar do III Simpósio Nacional sobre Dependência Química de Bento Gonçalves (RS), realizado de 14 a 16 de outubro, evento que reuniu gestores e especialistas de todo o Brasil.


De acordo com o gestor do PEPD/PB, participar do Simpósio foi uma oportunidade ímpar para conhecer as atividades dos outros Estados e vivenciar uma importante troca de experiências. “Temos muito trabalho a fazer, mas estamos no caminho certo. Ficamos satisfeitos ao perceber que, apesar do PEPD/PB ser bastante recente, pois foi criado há menos de seis meses, já estamos à frente até de grandes centros nas regiões Sul e Sudeste”, ressalta Deusimar Guedes.

Um dos temas que marcaram o evento foi o incentivo à implantação do Centro de Atenção Psicossocial destinado a atender dependentes de álcool e outras drogas (CAPS AD III), com atendimento 24 horas, equipamento recentemente implantado na Paraíba, um dos primeiros no país.

O simpósio teve como temática ´Estratégias de abordagem com usuários de drogas. Como partilhar o conhecimento?´ e foi promovido pela Associação para Incentivo à Pesquisa em Alcool e Drogas (FIPAD), com apoio da Associação Brasileira de Estudos de Alcool e outras Drogas (ABEAD); da Prefeitura de Bento Gonçalves e do Conselho Municipal Antidrogas (COMAD), da cidade que sediou o evento.

Algumas ações do PEPD/PB – Além do CAPS III, já foram implantados na Paraíba outros Centros de Recuperação para Dependentes Químicos, a exemplo do Espaço Inocêncio Poggi, com atendimento eficiente e humanizado, assim como o primeiro centro de reabilitação para mulheres, em parceria com a Fazendo do Sol, em Campina Grande. O Governo do Estado já desapropriou um imóvel rural, com 392,2 hectares, no município de Condado, a cerca de 40 quilômetros de Patos, para instalação de uma nova unidade da Fazenda Esperança, em parceria com a Diocese, visando atender parte do Sertão paraibano. Outros centros já estão em fase de implantação.

O Programa Estadual de Políticas sobre Drogas está interiorizando suas ações e realizando treinamentos e conferências junto a educadores, lideranças comunitárias, políticas e religiosas, em vários em vários municípios paraibanos.
Em parceria com a Secretaria Estadual da Juventude, Esporte e Lazer e com o Conselho Regional de Educação Física, o PEPD/PB também está implantando programas voltados para a prática do esporte como alternativa às drogas e forma de inclusão social.
Fonte:Folha do Sertão/ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)
Leia Mais ››

Bullying pode começar em casa, diz cartilha do CNJ

Exemplo dos pais é fundamental para atitude dos filhos, segundo texto.
Escola é apontada como corresponsável nos casos de violência.




Cartilha do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com dicas para o combate ao bullying nas escolas, lançada nesta quarta-feira (20) em Brasília, afirma que, muitas vezes, o fenômeno começa em casa. A escola é apontada como corresponsável nos casos de violência.

Segundo o texto, de autoria da psiquiatra, Ana Beatriz Barbosa Silva, o exemplo dos pais é fundamental para a atitude que os filhos terão em relação aos colegas. "Os pais, muitas vezes, não questionam suas próprias condutas e valores, eximindo-se da responsabilidade de educadores", diz o texto.
A cartilha traz em forma de perguntas e respostas  várias orientações sobre como identificar o fenômeno, quais são suas consequências e como evitar.
De acordo com o texto, o bullying é cometido pelos meninos com a utilização da força física e pelas meninas com intrigas, fofocas e isolamento das colegas. As formas podem ser verbais, física e material, psicológica e moral, sexual, e virtual, conhecida como ciberbullying. Segundo a cartilha, características de comportamento podem mostrar que uma criança é vítima de bullying.
Na escola, elas ficam isoladas ou perto de adultos, são retraídas nas aulas, mostram-se tristes, deprimidas e aflitas. Em casos mais graves, podem apresentar hematomas, arranhões, cortes, roupas danificadas ou rasgadas.

Em casa, a criança se queixa de dores de cabeça, enjôo, dor de estômago, tonturas, vômitos, perda de apetite e insônia, de acordo com a cartilha. Outros indicadores são mudanças de humor repentinas, tentativas de faltar às aulas.
Segundo o texto, a escola é corresponsável nos casos de bullying. A cartilha orienta a direção das escolas a acionar os pais, conselhos tutelares, órgãos de proteção à criança e ao adolescente. “Caso não o faça poderá ser responsabilizada por omissão”, diz a cartilha.
O texto afirma ainda que, em casos de atos infracionais, a escola tem o dever de fazer uma ocorrência policial. “Tais procedimentos evitam a impunidade e inibem o crescimento da violência e da criminalidade infanto-juvenil”, diz o texto.
No Brasil, de acordo com a cartilha, predomina o uso de violência com armas brancas. Em escolas particulares, vítimas são segregadas, principalmente, devido a hábitos ou sotaques.
A cartilha orienta os pais a observar o comportamento dos filhos e a manter diálogo franco com eles. “Os pais não devem hesitar em buscar ajuda de profissionais da área de saúde mental, para que seus filhos possam superar traumas e transtornos psíquicos”, diz o texto.
Além disso, os pais devem estimular os filhos a desenvolver talentos e habilidades inatos, para resgatar a autoestima e construir sua identidade social.
fonte: G1
Leia Mais ››

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Tragédia e mortes no Algodão de Jandaíra- Vídeo JPB- 2ª edição

Reportagem sobre a tragédia do Algodão de Jandaíra transmitida pelo JPB- 2ª edição
Disponibilizei a reportagem porque muitos cidadãos de Algodão de Jandaíra não pega o sinal local da emissora da Globo- filial Campina Grande, transmitida na noite da sexta-feira.15/10/2010

Leia Mais ››

Tragédia e mortes no Algodão de Jandaíra- RETIFICADA

 Um assalto acabou em tragédia em Algodão de Jandaíra, no Cúrimtau paraibano. Duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas com disparos de arma de fogo. O fato ocorreu por volta das 5h da manhã do dia 15/10/2010(sexta-feira) quando dois bandidos armados de pistola invadiram a residência do agricultor Aloísio Batista da Silva, 65 anos, mais conhecido por "Didi", na zona rural daquele município,mas precisamente no sítio Jandaíra. Os bandidos tomaram a quantia de R$ 3.500 do agricultor e desferiram três tiros contra ele, porém ele sobreviveu aos tiros.


 Parentes e vizinhos da vítima que moram na local ouviram os disparos e correram em socorro do idoso. Eles entraram em confronto com os assaltantes e três deles foram feridos a bala, e um outro foi atingido com um tiro no peito vindo a óbito ainda no local, José Alves Moisinho, 38 anos, vizinho do agricultor. Mas fato curioso é que um
dos assaltantes, que era da da cidade de Jaçanã/RN, cuja identificação já foi obtida, também foi encontrado morto, a poucos metros do local do assalto. Há a hipótese de acerto de contas entre os assaltantes, "pode ter havido uma desavença, devido a divisão do produto do assalto". os corposforam levados ao Núcleo de Medicina e Odontologia Legal - NUMOL, antigo IML, em Campina Grande/PB.

 Além de seu Aloísio, que ficou baleado, e das vítimas fatais, foram alvejados Pedro Clementino da Silva, 35 anos, e um rapaz conhecido por "Edinho", morador da comunidade. As vítimas foram levados para o Hospital de Esperança e depois transferidos para as unidades de saúde de Campina Grande, segundo informou a dona de casa Maria Adélia Alves Moisinho, irmã da vítima fatal, José Alves Moisinho.

 De acordo com o sargento Edvaldo Pereira, os bandidos estavam encapuzados e conduzindo uma moto de cor preta tomada por assalto de um rapaz conhecido por "Romário". Eles deixaram o veículo em uma estrada próxima a casa de seu Aloísio, a cerca de 300 metros, e foram a pé até a sua residência. Lá, anunciaram o assalto e depois desferiram os tiros contra o agricultor. José Moisinho, preocupado com o seu pai Agenor Alves Moisinho, que mora vizinho a seu Aluísio, resolveu saber com outras pessoas o que tinha acontecido.

Antes de chegar ao imóvel, José Moisinho se encontrou com um dos bandidos que corria em sentido contrário e levou a pior. Ele sofreu um tiro no peito esquerdo e caiu. O bandido, por sua vez, continuou a corrida até a estrada para pegar a moto. Revoltados com o fato, pessoas da comunidade saíram em perseguição do bandido e uma delas conseguiu alvejar um dos assaltantes com um tiro o qual veio a óbito. 

"É LAMENTÁVEL ESSE CRIME OCORRIDO NA CIDADE DO ALGODÃO DE JANDAÍRA, VALE SALIENTAR QUE A MESMA POSSUI UMA GUARNIÇÃO DA POLÍCIA MILITAR DISPONÍVEL DURANTE TODA SEMANA, SÓ QUE A CIDADE POSSUI VÁRIAS ESTRADAS DE TERRA QUE INTERLIGA COM AS CIDADES VIZINHAS DE BARRA DE SANTA ROSA, POCINHOS, ESPERANÇA. ESTRADAS  AS VEZES DE DIFÍCIL LOCOMOÇÃO PARA CARROS MAS DE GRANDE FACILIDADE DE FUGA COM MOTOCICLETAS, AS INVESTIGAÇÕES CONTINUARÃO SOB O COMANDO DO DELEGADO LAMARTINE LACERDA, RESPONSÁVEL POR ESTE MUNICÍPIO "
retificada no dia 20 de out de 2010- redator/ Ag. de Investigação: Franklin Basilio; colaborador / Ag. de Investigação: Gilvan Fernandes
Leia Mais ››

CENSURA NUNCA MAIS!

NOTA DE ESCLARECIMENTO AOS INTERNAUTAS.
Em nenhum momento será bloqueado a parte de comentários postados pelos navegantes deste blog, devido ao fato de ser um meio de ligação entre a população e a Polícia Civil da  7ª D.R.P.C.
Vale salientar que é crime de INJÚRIA levantar falso contra alguém. Quem souber de algum crime cometido por alguém deve entrar em contato conosco pelo e-mail: 7drpcpicui@gmail.com e passar as informações pertinentes ao crime e após analisarmos a denúncia daremos início as investigações, dando ao denunciante o andamento de seu informe via e-mail, o SIGILO É GARANTIDO, não adianta deixar a denúncia nos comentários ,pois se pessoas de bem acessam internet, os infratores também acessam e ficam sabendo sobre os fatos.
Leia Mais ››

sábado, 9 de outubro de 2010

Mão Branca, 30 anos depois



Grupo de extermínio promove matança e mancha com sangue a história de Campina

Bastos Farias // bastosfarias.pb@dabr.com.br//Severino Lopes //severinolopes.pb@dabr.com 

Diário da Borborema, edição do dia 13 de julho de 1980. Com exclusividade, o listão que o "Mão Branca" divulgou os 115 nomes daqueles que seriam suas vítimas, dentre elas, advogados, policiais, intrujões, estelionatários, assassinos, traficantes de drogas e assaltantes. Começava ali um epílogo de sangue que manchou a história de Campina Grande.


A carta encaminhada ao DB e à Central de Polícia mais tarde teve a origem identificada: partiu das entranhas da própria polícia. De início, ninguém levou em consideração, acreditando trata-se de mais uma brincadeira de pessoas que buscam o anonimato para pregar peças e causar medo à população.


Mas o que foi anunciado aconteceu. E a cidade passou a viver sob o signo do medo, com o "MB" entrando em ação dias após tornar público a intenção de "fazer uma limpeza", tomando como base o alto grau de criminalidade que a cidade enfrentava.

Um dia após a publicação da lista negra, o arrombador Paulo Roberto do Nascimento, conhecido por Beto Fuscão, foi encontrado com um tiro de espingarda "12" no peito ao lado do estádio Amigão, no bairro do Catolé. O então repórter do Diário da Borborema, Ronaldo Leite, recorda o telefonema que recebeu: "Tem um crioulo morto na torre do Amigão".

No dia 15, a manchete do jornal relatava a primeira de uma série de mais de 30 mortes: "Mão Branca inicia matança: um tiro de 12 matou Beto Fuscão". Um dia depois, o carrasco deu sequência ao prometido: tombaram sem vida Marcos Antônio da Silva, vulgo "Mocotó", Paulo Francisco de Oliveira, "Paraibinha", e Paulo José dos Santos Félix, conhecido por "Queimadas".

Com vários perfurações a tiros - os marginais foram mortos com requintes de crueldade - dois corpos foram encontrados no sítio Velame e um outro perto do hospital da FAP, exatamente onde, demonstrando muita ousadia, os matadores informaram em telefonemas à Central de Polícia e à Imprensa.

A partir daí, os sequestros seguidos de mortes continuaram, com as execuções de "Bermuda", "Negro Rei", "Pernambuco", "Barrão" etc. Com medo da morte, muitos criminosos que estavam no listão desapareceram de Campina Grande.

Conta o jornalista Ronaldo Leite que a denominação "Mão Branca" foi copiada de um grupo de extermínio que atuava no Rio de Janeiro, que inclusive, foi responsável pelo assassinato do marginal conhecido por "Paraibinha". O crime ganhou ampla repercussão na Imprensa, em função da "luva branca" deixada sobre o corpo e que deu origem à denominação chegada posteriormente a Campina Grande.

A matança na Rainha da Borborema e cidades vizinhas também ganhou amplo destaque na mídia, inclusive, fora do país, com notícias até mesmo nos jornais Clarin, da Argentina, Washington Post e New York Time, dos Estados Unidos.

O medo imperava na cidade, pois os matadores também cometeram alguns crimes de pistolagens. A população ficou dividida. Uns apoiavam em função da "limpeza" que o grupo promovia, mas a forma cruel e impiedosa aos poucos começou a ser reprovada.

O então bispo diocesanoDom Manoel Pereira deu os primeiros gritos e pediu providências ao governador da época Tarcísio de Miranda Burity contra o massacre. Com ordens do Palácio da Redenção, foi criada uma comissão judicial, presidida pelo então promotor de Justiça Agnello Amorim, hoje procurador aposentado.  

Como se não se intimidasse com as investigações, o grupo iniciou uma série de ameaças contra as autoridades, com cartas e telefonemas anônimos. "#Diga ao Dr. Agnelo Amorim, que também saia da jogada, porque se não sair vai ser fechado#", diz trecho de uma carta enviada ao advogado William Arruda, então representante do governo do estado na cidade.

O jornalista Assis Costa, que também era repórter policial do DB na época, conta que os repórteres ficavam até meia noite esperando o telefone tocar para correr até o local onde o próximo corpo estaria jogado. "O que chamava a atenção da sociedade e revoltou a igreja era a forma cruel como o Mão Branca executava as suas vítimas", lembra Assis, acrescentando que quase todos os cadáveres tinham os órgãos arrancados, como braços, pernas e até a língua.

Com o passar do tempo, toda Campina Grande já sabia de onde partiam as execuções; no entanto, a população permanecia calada temendo represálias. Mas a comissão apurou e apontou os sanguinários integrantes do esquadrão da morte. Eram cinco investigadores de polícia que patrocinavam a matança: José Basílio Ferreira, o Zezé Basílio; Cícero Tomé da Silva, Antônio Gonçalves da Costa "Temporal", José Carlos de Queiroz, "Zé Cacau", e Francisco Alves da Silva, este último, o único vivo.

Levados a júri, apenas Basílio foi condenado, pois era apontado como o mais carrasco de todos e um dos principais executores. Ficou preso por muitos anos no presídio regional do Serrotão e acabou morrendo do coração.  

Absolvidos, outros três integrantes do grupo desapareceram de Campina Grande e depois morreram. Chico Alves vive em João Pessoa, mas evita falar sobre o caso, mas, a exemplo dos outros, sempre negou participação nas mortes, se dizendo inocente.
fonte: diário da borborema. http://www.diariodaborborema.com.br/2010/10/10/cotidiano4_0.php
 twitter: @TvBorborema
Leia Mais ››

Perseguição em alta velocidade mostrado ao vivo na Band-SP


Este vídeo mostra como os policiais brasileiros tem que trabalhar, com recursos reduzidos e arriscando a vida
e caso venham a matar o bandido responderão por isso.
Vejam quanta destruição o bandido causou na fuga, tanto para o Estado quanto para cidadãos comuns. O helicóptero que faz a perseguição é o de uma emissora de tv e não o da polícia, sem contar que os motoqueiros da polícia só contam como proteção o capacete e luvas. Cadê os protetores de cotovelos, joelheiras?
Será que nos Estados Unidos a polícia responderia a essa diligência dessa forma ou de uma forma mais enérgica?
OBS.: o motorista havia roubado o carro e já era conhecido da polícia e possuía mandado de prisão.

É hora de mudar o Código Penal Brasileiro!
Leia Mais ››

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

acidente de trânsito na PB 151- Picuí/PB a Carnaúba dos Dantas/RN


RAIMUNDO GREGÓRIO SOBRINHO e sua irmãELZA MARIA BALBINA DA SILVA, trafegavam na PB 151, há oito quilômetros da cidade, no sentido Picuí a Carnaúba dos Dantas/RN, no veículo conduzido por ele, GM CELTA 4P LIFE, PLACA MYR-9202, CHASSI ...1943, quando num trecho da pista, logo após subirem uma ladeira e iniciarem a descida, dois veículos, um FIAT FIORINO( placa MMN-8765/PB, de cor azul, ano fab/mod 1991) E UMA MOTO BIZ, estavam parados na pista com os respectivos condutores conversando; Raimundo tentou frear mas, devido a curta distancia, colidiu com o automóvel e acabou capotando. A comunicante, Elza, e seu irmão foram levados ao Hospital Regional de Picuí onde passam bem. No local foram identificados o proprietário do veículo, o Sr. ANTONIO ALVES DE OLIVEIRA, mais conhecido por ANTONIO DE JOANA, morador da Rua Manoel Lourenço de Farias nº 180, Monte Santo, Picuí. O motorista foi identificado como FRANCISCO DE ASSIS ALVES, conhecido por ASSIS (irmão do proprietário do carro), residente no Sítio Antas, zona rural de Puxinanã-PB


Leia Mais ››

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

OPERAÇÃO "CARTELA PREMIADA"


Na tarde do dia (06.10.2010), policiais civis do Município de Cuité-PB, subordinada a 7ª Delegacia Regional de Polícia Civil, sob o comando do Delegado de Polícia BRAZ MORRONI, juntamente com o investigador Beto Barbosa, em cumprimento a determinação judicial para cumprimento de busca domiciliar e mandado de prisão temporária, empreenderam diligências nos Municípios de Cuité e Nova Floresta, no sentido de localizar e prender o integrante de uma quadrilha de assaltantes. Segundo as investigações, ALEX DE DALVA aluga motos para a prática de roubos na região. A diligência foi executada, tendo sido efetuado a prisão  de Alex dos Santos Oliveira, mais conhecido por “ALEX DE DALVA”, residente na cidade de Cuité, acusado de ter participação em diversos assaltos na região do Curimataú, entre eles o da Casa Lotérica de Cuité-PB. Após a captura do indivíduo supracitado, foi encaminhado a Cadeia Pública localizada na cidade de Cuité-PB, ficando à disposição da Justiça.



Acima: moto apreendida pertencente a Alex de Dalva, alugada para fazer assaltos.
Abaixo: imagens da câmera de segurança da Casa lotérica de Cuité identificando o veículo.




Leia Mais ››

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Assalto aos Correios de Pedra Lavrada/ PB

A agência dos Correios de Pedra Lavrada foi assaltada na manhã desta segunda-feira (4), por dois homens em uma moto.
De acordo com informações da Polícia Militar, a dupla agiu rápido e fugiu por estradas da zona rural da região.
Guarnições da PM estão efetuando rondas pela área em busca dos acusados.
Segundo informações, este já é o quarto assalto em Pedra Lavrada somente esta semana.


Até o momento a 7ª DRPC, não obteve informações sobre o assalto para poder divulgar, e acredita que não haverá informes devido os Correios pertencer a União e ser competência da Polícia Federal. 

______________________________________________________________________________.


Por volta das 9h40 de ontem, dois homens armados, em uma moto de cor clara, invadiram e assaltaram uma agência dos Correios, no município de Pedra Lavrada, região de divisa com o Estado do Rio Grande do Norte. De acordo com a polícia, os assaltantes renderam funcionários e clientes da agência levando toda a quantia em dinheiro existente no caixa.

Conforme ressaltou o soldado Silva Gomes, os homens chegaram de repente no local e anunciaram o assalto. “As vítimas não souberam informar de qual direção eles vieram, apenas afirmaram que a placa da moto estava coberta por um adesivo”, disse. Depois de praticarem a ação, que durou cerca de cinco minutos, os bandidos fugiram do local em direção ao município de Baraúna, região localizada a cerca de 13 quilômetros de Picuí. A polícia informou ainda que segue em diligências pela região na tentativa de identificar os suspeitos, mas até o momento nenhum dos acusados foi localizado.

Na semana passada, outras duas agências dos Correios, uma localizada no município de Barra de São Miguel e a outra em Puxinanã, também foram alvo da ação criminosa de bandidos. A polícia está investigando o caso e acredita que os assaltos estejam sendo praticados por uma quadrilha especializada da região. A quantia em dinheiro levada pelos bandidos não foi divulgada.
Leia Mais ››

Mais um assalto ocorrido no bairro Limeira-Picuí

O popular R.S.L conhecido por Nenezinho, residente na zona rural de Picuí /PB, estava retornando para sua residência na noite de ontem(03/10/2010) por volta das 23:00h, quando decidiu esperar um amigo próximo ao posto de PINEU, no Limeira. Quando foi abordado por dois elementos conhecidos por Pretinho e Piu, os quais o ameaçaram com uma faca peixeira e levaram do mesmo a sua carteira contendo R$600,00 referente a venda de alguns produtos que o mesmo comercializou.
Após os mesmos se evadirem a polícia foi acionada mas até o momento nenhum dos dois foi detido. Desde que Pretinho furou o seu próprio irmão vem liderando os crimes na região do Limeira, quem vem seguindo este blog pode perceber que esta não é a primeira ocorrência em que ele tem feito vitimas de forma violenta, ou seja atentando contra a vitima de outros utilizando armas.
 A dificuldade de prender alguém no Limeira é a falta de acesso em que a polícia possa chegar sem ser vista, e os locais onde esses infratores ficam para abordar as suas vitimas são as vezes próximas de muros ou cercas que levam para matagal de difícil acesso para a polícia, outro fator a favor deles é a lei do silencio imposta aos bons moradores que temem por suas vidas e o apoio dos maus moradores que acobertam a delinquência deles não denunciando os fatos.
Leia Mais ››

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Preso José Vitório Cavalcanti por assalto em Picuí /PB


 Preso em flagrante delito na manhã de hoje por roubo a mão armada e porte de arma de fogo, José Vitório Cavalcanti, conhecido por , ajudante de Serviços Gerais, nascido aos 04/04/1975, portador do RG nº217595 SSP/PB, filho de Rita Maria Cavalcanti , residente na rua Joventino Henrique,135- Limeira- Picuí /PB, o mesmo roubou de uma senhora, um celular e um câmera digital.
   Faz poucos meses que JÓ saiu da cadeia por outros processos pendentes.
Leia Mais ››