sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Por onde anda a pista de Atletismo da UEPB?

Por onde anda a pista de atletismo da UEPB campus Campina Grande?
Segundo o site da própria instituição em 2012 o governo liberou o dinheiro para construção e na época a UEPB iria complementar com uns R$300 mil reais, agora em 2016 falaram em licitação em maio com obras previstas para conclusão 6 meses depois, ou seja, em Novembro. Sabe o que aconteceu? Ainda não tem nada iniciado ou divulgado quem venceu ou quando vão iniciar realmente. O que mudou foi o valor que a UEPB vai complementar que entrou na casa de R$ 2 milhões de reais e o valor da obra que aumentou devido a demora de 4 anos.

E o dinheiro do governo Federal por onde anda?

Universidade Estadual conquista recursos federais para construção de pista sintética de atletismo - 14 de dezembro de 2012 link

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) recebeu, nesta quinta-feira (14), a confirmação do Ministério dos Esportes sobre a liberação dos recursos para a construção da pista sintética de Atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Instituição.
O equipamento será construído no Campus I, em Bodocongó, e quando estiver funcionando vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região, capaz de oferecer totais condições para a realização de competições em níveis regional, nacional e internacional. A obra está orçada em R$ 6.122.448,98 milhões. Desse total, o Ministério dos Esportes vai repassar R$ 5.816.326,00 milhões e o complemento do recurso (R$ 306.122,98) será de contrapartida da Instituição.
Pelo cronograma de atividades traçado pela UEPB, a licitação para a construção da pista deve acontecer entre janeiro e março de 2013 e a construção entre abril e agosto do mesmo ano. Construída dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista terá um piso sintético com oito raias, numa área total estimada de 6.300m²; áreas de salto em altura, salto em distância, salto triplo, lançamento de martelo, lançamento de disco, lançamento de dardo, arremesso de peso.
A proposta da construção de uma pista sintética de atletismo no Departamento de Educação Física da Universidade Estadual da Paraíba vem consolidar o avanço da Instituição no que diz respeito a prática esportiva. Com o projeto, a UEPB contribuirá para que Campina Grande possa realizar grandes eventos nacionais e internacionais pertinentes às várias modalidades esportivas. Atletas poderão usar o equipamento para treinos.
A instalação da pista trará outros benefícios para a cidade, como por exemplo, proporcionará intercâmbios de Atletismo, incentivando a prática dessa modalidade entre os jovens, e incrementará as atividades dos atuais atletas de Campina Grande e do Estado, propiciando ainda melhores condições de ensino, extensão e pesquisa aos alunos de graduação da UEPB.
De acordo com o projeto, será possível, também, permitir o desenvolvimento de uma clínica de treinamento nos períodos de férias, com atletas do Estado e/ou da região para que possam aprimorar suas performances, bem como o apoio ao trabalho social na área do Atletismo, por qualquer entidade estadual.


Reitor Rangel Junior autoriza abertura do processo licitatório para construção da pista sintética de atletismo do DEF  19 de dezembro de 2014 link


O reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) autorizou nesta sexta-feira (19), a abertura do processo licitatório para construção da pista sintética de atletismo do Departamento de Educação Física da Instituição. O ato de autorização aconteceu no hall do Prédio Administrativo, no Campus de Bodocongó, e contou com a presença de alunos, professores, pró-reitores e profissionais do esporte.
A pista será construída no Campus I, em Bodocongó, e quando estiver funcionando vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região capaz de oferecer totais condições para a realização de competições em níveis regional, nacional e internacional. A obra está orçada em R$ 6.122.448,98 milhões, com contrapartida principal do Ministério dos Esportes, no valor de R$ 5.816.326,00 milhões, e o complemento do recurso com contrapartida da Instituição.
def3O processo licitatório deve ser concluído em até 60 dias. Posteriormente, será contado um prazo de 30 dias para a contratação da empresa vencedora e as obras devem começar em abril de 2015, com previsão de conclusão em um ano.  Segundo o reitor Rangel Junior, este é um equipamento que trará para Campina Grande e para a UEPB a possibilidade para pesquisadores desenvolverem projetos importantes. “Agora podemos não apenas descobrir talentos, mas identificar e trabalhar talentos para que eles possam desenvolver o seu potencial”, disse.
def2Rangel Junior adiantou que pretende estabelecer parcerias com prefeituras, Governo do Estado e outras instituições, que permitam a utilização da melhor maneira possível do equipamento, de forma democrática.  Ele lembrou ainda que a pista é um projeto que vem há seis anos, iniciado na gestão da professora Marlene Alves e que tramitou durante todo esse tempo pelo Ministério dos Esportes, passando por vários ministros até chegar a Aldo Rebelo.

Processo licitatório para construção da pista de atletismo do Departamento de Educação Física acontece dia 19 de maio 12 de maio de 2016 link


Após ser autorizado pelo reitor Rangel Junior, no último mês de março, o processo licitatório para definição da empresa que irá construir a pista de atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) será realizado no próximo dia 19 de maio, quando os interessados irão apresentar, na modalidade Concorrência, em envelope fechado, suas propostas para o Setor de Licitação da Instituição. Após escolhida, a empresa vai ter 30 dias para dar início às obras e mais seis meses para concluir a construção.
A pista será construída no Câmpus I, em Bodocongó, e quando estiver funcionando vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região capaz de oferecer totais condições para a realização de competições em níveis regional, nacional e internacional. A obra está orçada em R$ 7.944.716,15 milhões, com contrapartida principal do Ministério dos Esportes, no valor de R$ 5.816.326,00 milhões, e o complemento do recurso (R$ 2.128.390,15 milhões) com contrapartida da UEPB.
Dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista de atletismo da UEPB terá um piso sintético com oito raias, em uma área total estimada de 6.300m²; áreas de salto em altura, salto em distância, salto triplo, lançamento de martelo, lançamento de disco, lançamento de dardo, arremesso de peso. Com o projeto, a UEPB contribuirá para que Campina Grande possa realizar grandes eventos nacionais e internacionais pertinentes às várias modalidades esportivas. Atletas poderão usar o equipamento para treinos.
A instalação da pista trará outros benefícios para a cidade, como por exemplo proporcionar intercâmbios de atletismo, incentivando a prática dessa modalidade entre os jovens, e incrementando as atividades dos atuais atletas de Campina Grande e do Estado, propiciando ainda melhores condições de ensino, extensão e pesquisa aos alunos de graduação da UEPB.
De acordo com o projeto, será possível também permitir o desenvolvimento de uma clínica de treinamento nos períodos de férias, com atletas do Estado e/ou da região para que possam aprimorar suas performances, bem como o apoio ao trabalho social na área do Atletismo, por qualquer entidade estadual.
Texto: Tatiana Brandão

 

Leia Mais ››

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Jovem é encontrado morto em Barra de Santa Rosa/PB




 
Por volta das 06:00h da manhã, populares que realizavam uma caminhada matinal as margens da BR-104, no município de Barra de Santa Rosa avistaram um corpo ao chão a aproximadamente 2km do centro do município. Ao ser acionado a polícia Militar foi constatado que a vítima era o jovem Moises Silva Alves, 17 anos, natural de Barra de Santa Rosa, o qual foi encontrado morto em baixo da ponte localizada, na comunidade Riacho da Cruz.

De acordo com o PM, o jovem era conhecido da polícia, pois já tinha sido abordado por várias vezes e conduzido a delegacia local, por furto, recepção e posse de entorpecente.

A polícia Civil agora vai investigar os motivos que levaram a morte do jovem que estava com uma garrafa plástica junto ao corpo.
www.setimaregional.com.br
Leia Mais ››

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Polícia Civil de Barra de Santana prende foragido do Rio de Janeiro/RJ

Operação realizada pelo comissário APC Daniel Accioly e o MPC Genilson Almeida. conseguiram prender um foragido da justiça do Rio de Janeiro/RJ que estava escondido na cidade de Barra de Santana. Após coleta de informações tomaram conhecimento que ANDISSON GOMES DA SILVA,  com mandado de prisão expedido pela 32* vara criminal no Rio de Janeiro, pelo crime de Latrocínio que vitimou um policial militar daquele estado. O acusado era traficante na localidade e após ser abordado pelo policial militar, reagiu alvejando o militar com disparos de uma pistola  9mm. Logo em seguida fugiu para este estado, onde estava escondido na zona rural de Barra de Santana. Segundo o mandado de prisão este fato teria ocorrido em 2009.
Leia Mais ››

domingo, 9 de outubro de 2016

Procura-se cúmplice da morte do policial em Arara/PB

👮FORAGIDO 👮
Romário Rodrigues dos Anjos Silva, 22 anos participou ativamente da execução do policial civil na cidade de Arara.
Segundo informes foi enviado para região juntamente com Bebeto(falecido) para executarem o serviço.
Romário é natural de Abreu e Lima, mas residia em Mamanguape e depois ficou por dois meses em Casserengue esperando o momento de realizar o serviço. Uma semana antes ele saiu de Casserengue e acredita se que obteve apoio para ficar em Arara.
Já possui passagem por porte de arma de fogo e um mês antes tinha sido conduzido a delegacia de Solânea para prestar depoimento sobre outra arma apreendida.
[ DENUNCIEM, COLABORE 197 ]

Já o falecido Bebeto, havia trocado tiros com a PM em João Pessoa, onde atingiu o SD PM James ROTAM, nas costas em junho, o qual passou 3 meses se recuperando tiro. DEPOIS Bebeto conseguiu apoio e se escondeu em Arara com Caio, que já havia ameaçado o policial. Tanto Bebeto como Caio foram apreendido pelo policial falecido, Marcos Rosas, mas a justiça liberou Bebeto. [o final todos já sabem]
@setimaregional
Leia Mais ››

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

PC de Remígio prende acusado de roubo.

Policiais Civis da delegacia de Remígio prenderam em flagrante delito o nacional ESTEFANYO SOARES DOS SANTOS, 18 anos de idade, pelo crime de roubo contra o funcionário de uma empresa de ônibus, responsável pelas passagens.
Segundo informes levando consigo o dinheiro e o celular da vítima.
www.setimaregional.com.br
Leia Mais ››

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Velório do Escrivão Marcos Rosas acontecerá as 16:00h.


Atualizandoooo: Velório a partir das 14:30h na igreja matriz, saída para o enterro as 16:00h

A família do escrivão Marcos Antônio Rosas, informa que o enterro sairá as 16:00h da residência da família, situada no final da Avenida Epitácio Pessoa, centro de Arara, de onde seguirá para o cemitério da cidade.

Neste momento o carro da mortuário Nossa Senhora das Graças se deslocou para buscar o corpo no IML da cidade de Guarabira.

O corpo acaba de chegar na mortuária e após os preparativos seguirá para a residência. (10:44hs)
www.setimaregional.com.br direto da delegacia.



Leia Mais ››

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Dupla armada executa o escrivão de Policia Civil durante festividades de candidato eleito na cidade de Arara/PB

Veio a óbito na noite desta Segunda-feira, 03 de outubro, o Escrivão Marcos Antônio Rosas, "Marcos Rosas",60 anos, natural de Pedras de Fogo, o escrivão da polícia Civil da Paraíba que já foi Delegado Comissionado em anos anteriores.

Na noite desta segunda-feira, Marcos Rosas estava comemorando com amigos e familiares a vitória do seu candidato a prefeito na cidade de Arara, quando de repente dois homens armados chegaram e dispararam diversos tiros contra o mesmo, vindo a morrer no local, alguns populares foram alvejados na confusão.

Marcos era Escrivão de polícia na cidade de Areia, já fazia mais de 4 anos e estava querendo ser transferido para cidade de Arara, onde reside desde os 10 anos de idade para ajudar a fazer uma "limpa na cidade".

Desde que chegou na cidade não parou um segundo em busca de trazer melhorias para segurança, conseguiu apoio para organizar a delegacia, conseguiu um estagiário para dá apoio no cartório, estava por traz de todas as operações de prisões de adultos e apreensões de menores infratores, muitos desses casos realizados em seu próprio carro, já que a cidade não contava com uma viatura em estado de uso.

A execução recaem em cima de dois elementos que haviam fugido nas duas últimas operações realizados na zona rural se tratando de pai( Naldinho ) e filho, e que já haviam mandado recardo que o matariam.

Nos últimos meses, Marcos já havia cumprido mandados de prisão, apreensões de menores, levantamentos de esconderijos de mais de 15 bandidos, responsáveis por roubos de veículos, assaltos aos Correios, fabricação e porte de armas, drogas e suspeitos de explosões a banco da cidade de Areia.

Considerado um policial linha dura, mas tratava todos da sociedade com carinho e respeito, do varredor de rua até as altas autoridades costumava, chamar de "Meu Amor!".
Quem lhe pedia um trocado e ele tendo em seu bolso, dava sem pensar duas vezes.


Neste último final de semana parecia adivinhar alguma coisa, pois em conversa com os colegas no plantão eleitoral na delegacia de Arara, falava, se alguém tem um elogio para me fazer ou falar mal, que falasse na cara e não esperasse eu morrer para dizer que era gente boa.

Nesta noite, as equipes especializadas de Campina Grande e de outras cidades se deslocaram para Arara afim de ajudar a localizar e prender os responsáveis por essa afronta contra o ESTADO.

Atualmente tirava plantões extras nas delegacias de Solânea e Esperança para poder pagar as dividas que tinha, faltava menos de 4 anos para se aposentar, ele deixa esposa e filhos adultos e pequenos, dentre eles um especial.

Vá com Deus, "meu amor" !
21ª AISP ( Solânea), 12ª AISP ( Esperança ) e o SetimaRegional lamentam a perda do grande policial que não descansava.
Leia Mais ››